André Larô, performance Multitud (Foto: Ana Cecília Gumerato)

Herógrafia

“Escrever é um ato de coragem!

Tão grandioso, que requer além de talento, uma força de vontade que te faça ir além de todas suas limitações.

Então, logo, o escritor é um herói, porque salva a página de morrer em branco… E fazendo isso, tem possibilidade de salvar a si mesmo, tendo como armas, palavras, e como missão, salvar a humanidade através de sua criatividade.”

André Larô