Intuição e egrégora, forças sutis e densas no campo vibracional

Egrégora é a concentração de energia em um determinado espaço físico e tempo, este é impulsionado por energia mental e espiritual de pessoas e grupos propensos a vibrar na mesma frequência, este campo de alta concentração é constituído por nódulos de energia de mesma frequência, sua alimentação se dá através da vibração e contribuição de quantidades elevadas pensamentos e ações destinados a manter e ser regido por esta força energética.

Quando fala-se em conduta gregária, estamos nos referindo ao poder de manipulação de uma energia densa em relação ao ser individual ou grupo de menor condensação vibratória [com energia e campo vibratório suscetível a influências externas], por exemplo numa manifestação ou concentração de pessoas para uma determinada finalidade, seja ela de cunho político, espiritual, social entre outras, as pessoas que adentram a egrégora, ficam expostas a energias distintas, com intencionamento bem definidos e de grande força e resistência, estas pessoas podem acabar seguindo condutas diferente das que teriam se não estivessem sobre tal influência.

O que a intuição pode influenciar no posicionamento perante uma egrégora?

Vejamos, o que se define por intuição.

Significado de Intuição

s.f. Capacidade para entender, para identificar ou para pressupor coisas que não dependem de um conhecimento empírico, de conceitos racionais ou de uma avaliação mais específica.
Conhecimento claro, direto, imediato da verdade sem o auxílio do raciocínio.
Pressentimento, capacidade de prever, de adivinhar: ter a intuição do futuro.
Teologia. Visão nítida que os santos ou que os bem-aventurados têm de Deus.
Filosofia. Maneira de se adquirir conhecimento instantâneo sem que haja interferência do raciocínio.
pl. intuições.
(Etm. do latim. intuitio.onis)

Na percepção holística a intuição é a voz interior, o conhecimento intrínseco ao espírito, seja da própria pessoal ou de um mentor espiritual

A intuição em meio a egrégora pode ser um instrumento de orientação sensorial, ferramenta de percepção de energias concentradas, agindo como captadora de intenção, sentimentos e até mesmo prevendo e prevenindo situações, trazendo a possibilidade de escolher se deseja participar ou não daquele campo vibracional.

Há de acentuar que a egrégora pode tanto trabalhar no campo vibracional da gratidão, bondade, alegria quanto no campo vibracional de tristeza, ódio, ingratidão entre outros.
Cabe a cada indivíduo escolher em qual campo deseja adentrar e alimentar sua força.