Tu és sombra eterna

Tu és sombra

És a lombra

Da fuga da memória

Como atitude compulsória

Pensar em ti

É sufocar nos sonhos

Trazidos por aracati

Repetidos e enfadonhos

Teus olhos me acompanham

E eu não te esqueço

As verdades me acanham

E eu amoleço

Sempre te desejo Eu me alarvejo Asperejo

Gaguejo

Teus olhos nunca esqueço


Previously published on June 9th, 2017.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.