Em dias como hoje eu me pergunto.
Por que?
É tudo uma perda de tempo,
Adoraria estar morto agora.

Meu ódio me corrompe,
Corrói a minha máscara de ser normal.
Aos olhos de quem vê, sou irreconhecível.

Mas, alegre és tu! como?
Eu sou um mentiroso, caro amigo.
É a forma de continuar vivendo.

E quanto aos teus amores e devaneios?
Ilusões e perda de tempo.

Estás perdido.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.