Hoje visitei aquela parte mágica da cidade,
conversei com o tempo.
Me vi brincando na chuva, 
correndo atrás dos barquinhos de papel
que boiavam sobre as águas das vielas.

Senti o cheiro de gente velha, de musgo fresco.
Observei as pessoas ficando mais ricas.
Ouvi o barulho de construção abafado, lá de longe.
E lembrei da vida que nós viviamos.

Quase dava para ouvir nossas risadas,
O cansaço depois de um dia de bicicletas.
E voltei, no silêncio do lixo que ninguém mais aproveita.
Com a mágica que nós tínhamos, e hoje é só lembrança.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.