eu amei você

amei você quando era mais fácil não amar

amei você nas suas fraquezas nas suas angústias nos seus medos

amei você nos momentos mais difíceis da sua vida

das nossas vidas

e nos momentos mais felizes

amei você quando ninguém mais amaria

nem você

eu amei seu cheiro seu cabelo sua pele

as constelações da sua pele

amei seu sorriso de mar

seus olhos de uma imensidão castanha

sua voz

seu toque

seu tudo

o meu tudo

amei me moldar a você

amei me perder em você

me perdi por amar você

amei tentar ser a moldura perfeita para a obra de arte

que era você

minha obra de arte

que tanto me encantava

ah! como eu te amei!

sim, amei

no passado

é onde eu estou pra você

é onde eu vivo agora

o presente pra mim não passa de uma sucessão de momentos passados

de lembranças das nossas vidas

de projeções dos nossos futuros

imaginários futuros

eu sou o calendário do ano passado

aquele calendário esquecido na parede da cozinha

não passo de uma lembrança

de uma luz ofuscada no nosso silêncio ensurdecedor.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.