A realidade de pobreza da população belo-horizontina em imagens.

Image for post
Image for post
Os brasileiros que formam as classes mais baixas do país enfrentam fome, desemprego, falta de moradia e, principalmente, o descaso das autoridades.

O ano de 2019 foi marcado por um cenário de instabilidades política, social e econômica para o país. Em Minas Gerais, o estado mais endividado da nação, a crise fiscal resultou no corte de verbas estatais em todas as áreas, além de em milhares de desempregados.

O rombo orçamentário é tamanho, que o governador de Minas Gerais, Romeu Zema, define a situação como “crítica e severa”. Para o governador, “é fato notório que o Estado de Minas Gerais está falido. …


Talvez você esteja em casa, assistindo alguma série sobre psicopatas na netflix, sentindo-se tão só quanto eu me sinto. Talvez, você esteja em uma festa, sorrindo e esquecendo-se por um momento do vazio em seu peito que, em algumas noites solitárias, parece ter um peso esmagador. Talvez, você esteja estudando para uma prova de matemática, fazendo panquecas, ouvindo alguma banda dos anos 90, pesquisando sobre a extinção dos tigres dente de sabre. Talvez, talvez, talvez. Talvez você exista, talvez nos esbarremos por aí, talvez encontremos um no outro a peça que falta em nosso quebra cabeça defeituoso. Ou talvez você seja apenas fruto da esperança de uma garota estranha, que por motivos também estranhos não seja tão boa com relacionamentos. Esse é o problema não é? O talvez. A inebriante falta de certeza que nos cerca e nos deixa assim. …


No inicio, havia apenas o mais belo nada. Era um dia como qualquer outro, o céu se tingia com as pálidas cores da manhã, os pássaros confidenciavam seus sentimentos à brisa suave, pessoas andavam por calçadas, alheias à qualquer coisa que não seus pensamentos. Em uma cozinha, escondida dos olhares menos atentos, a mágica estava prestes a ter seu início.

Aos poucos, sobre os cuidados de mãos grandes, embora delicadas, fui me formando. Alguns ovos, farinha, chocolate e baunilha. Fui me tornando algo a mais, algo com um cheiro consideravelmente bom, algo que se diferenciava do nada que antes havia naquele recipiente. O mágico me molda à sua vontade, adicionando ingredientes e fazendo misturas delicadas e precisas. Quando sou colocado de lado, sei que não poderia ser mais feliz. Amo minha textura, meus cheiros e sabores, as bolhas de ar que rompem minha superfície, meu formato indefinido, minha cor pálida como o céu de inverno. …


Resenha: As boas mulheres da China — Vozes ocultas

Image for post
Image for post

Ano: 2002
Páginas: 252
ISBN: 8535910743
Editora: Companhia de Bolso

Entre 1989 e 1997, a jornalista Xinran entrevistou mulheres de diferentes idades e condições sociais, a fim de compreender a condição feminina na China moderna. Seu programa de rádio, ‘Palavras na brisa noturna,’ discutia questões sobre as quais poucos ousavam falar, como vida íntima, violência familiar, opressão e homossexualidade. Xinran colheu inúmeros relatos de mulheres em que predomina a memória da humilhação e do abandono — estupros, casamentos forçados, desilusões amorosas, miséria e preconceito. …


Image for post
Image for post
*Pra cego ver: a imagem apresenta uma mão lendo um exemplar do Pequeno Príncipe em braille. Na imagem, a figura da cobra que engoliu um elefante se destaca abaixo do texto.* (imagem retirada da internet)

Seja subindo pelas escadas, ou tomando um dos elevadores, o Setor Braille se esconde dos olhares públicos no segundo andar da Biblioteca Pública Estadual Luiz de Bessa. O cantinho semi-secreto abriga um acervo de 6100 volumes dos mais diversos livros, além de 2000 audiobooks, computadores equipados com ferramentas de audiodescrição e um equipamento de lupa eletrônica. As estantes de metal, cujas descrições laterais são em braile para facilitar que os leitores encontrem os títulos desejados, são preenchidas com uma infinidade de histórias, dos gêneros mais diversos. De Harry Potter à livros acadêmicos, passando por obras clássicas e filosóficas, a biblioteca guarda em si a magia da acessibilidade. …


O termo ciborgue é utilizado para descrever um organismo cibernético, uma criatura híbrida de tecnologia e organismo. Gray, Mentor e Figueroa-Sarriera (1995,p. 3) classificam as tecnologias ciborguianas em quatro categorias taxonômicas, das quais trataremos de duas: reconfiguradora e melhoradora. Este, vê o ciborgue como um ser melhorado, mas que mantém sua relatividade com o humano. Já aquele, compreende que as mudanças tecnológicas no corpo humano promovem a criação de um ser que, embora aja e pareça com ser humano, não o é. Sob este viés, a singularidade humana pode ser pensada e questionada.

Ambientado em uma Hong Kong com ares de sujeira e decadência, o filme Ghost in the Shell (1995), nos apresenta uma sociedade que mescla humano e máquina para dar origem a seres aperfeiçoados mental e fisicamente. Motoko, a Major, é uma representante desta nova classe de humanos. Com um corpo altamente modificado que a permite invadir redes de comunicação, camuflar-se até ficar quase invisível, e ser extremamente rápida e forte, a personagem preserva pouco de sua biologia. Motoko é o ápice da modificação tecnológica. Um ser construído laboratorialmente para abrigar a consciência, ou “fantasma”, humano. Frequentemente desenhada com um olhar frio e estático, uma voz que não precisa do movimento dos lábios para formar palavras e um rosto passivo, a personagem da Major é construída para questionar os significados de ser humano. …


ou uma história da morte

Image for post
Image for post

Sempre gostei de suspiros. Longos, profundos e sonoros pontos-finais; uma mutação respiratória que vez ou outra se perde no caos urbano. Para mim nenhum fim é mais agradável e mais sentido que o fim marcado por um carregado suspiro. Felizmente, meu ramo de atividade é repleto destes sons maravilhosos. Sou uma colecionadora, e registro em minha memória cada suspiro que já ouvi. Uma pequena distração da rotineira eternidade maçante que são meus dias e anos. Quem sou? Não sei dizer ao certo. Já fui chamada de Thanatos pelos gregos, Anúbis pelos egípcios, Perca pelos nórdicos. Tenho uma gama infindável de nomes e independente deste pequeno fato, sou conhecida de todos os que passam por este mundo. Assustadora para alguns, desejada por outros. Causo uma certa dualidade sentimental por onde passo. …

Anna Murça

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store