corra!

não necessariamente alguém me disse isso (pelo menos não de forma audível).
mas nem precisaria, visto que no mundo de hoje isso está no final de cada frase, dentro do parênteses.

e não, eu nunca gostei de correr.
primeiro porque sou sedentária mesmo, 
segundo porque não adianta muito.

correr não trás o melhor resultado (em nenhuma área do pequeno conhecimento que possuo), e se saiu bom ou deu certo, 
apressou o que poderia ter saído ainda melhor.
que desperdício.

não é para caminhar de forma rastejante…
e nem pra prolongar algo por preguiça,
mas a grande magia do tempo certo das coisas 
é viver o processo de todas elas.

que delícia é ver algo acontecer como deveria, 
sem ter acelerado o passo ou vivido as coisas de forma tão ansiosa 
e saber que em nada se perdeu tempo, porque viveu-se tudo.

se for pra correr, que seja só pela endorfina.
pra viver, prefiro passear, aproveitando o caminho.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Anna Beatriz’s story.