Assuma que ainda é incapaz de amar
O Misantropo
85

Costumo fazer a mesma coisa que você, Uriel. Isso aconteceu recentemente e foi um desastre, porque me peguei perguntando inúmeras vezes “Mas por que essa pessoa que parece ser tão interessante tá interessada logo por mim?” E eu por vezes me peguei insistindo com a pessoa que ela não queria entrar nesse navio, porque olha, ele ia afundar por várias verdades que fiz questão de explanar. Tá errado, porque uma história com x não quer dizer que a história com y irá se repetir, sim, ok. Mas se eu continuo a mesma pessoa, com os mesmos problemas e cheia dos mesmos conflitos internos e autodestrutivos, de nada vai adiantar eu entrar nesse barco agora. Ele vai afundar sem dúvidas. Nem preciso dizer como terminou. Conflituoso, e eu como maluca medrosa.

Mas estou tranquila. Porque saber quando não estar pronta ou como você pôs sabiamente, saber quando sou incapaz de amar alguém nesse momento e puxar o freio, dá uma paz estranha. Eu não queria trazer alguém que tem os próprios conflitos pra um espaço que precisa se organizar primeiro.

Minha mãe já me dizia, antes de receber alguém, você precisa arrumar a casa primeiro.

Eu espero que saiba a hora de poder dar um passo a frente.

Mais uma vez, muito obrigada por mais um texto maravilhoso. Um abraço.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.