CARTA DE APRESENTAÇÃO

Futebol não precisa estar resumido à velha máxima do pão e circo. Como qualquer manifestação humana, ele não só pode, como deve ser um instrumento de manifestação ideológica, inclusive política. Não podemos jamais estarmos alheios ao mundo que nos cerca principalmente considerando a urgente necessidade de adotarmos cada vez mais a empatia humana como estilo de vida, readquirindo o dom de nos reconhecermos como seres humanos e vermos no outro não só um semelhante, como também um irmão.

Esporte que reúne milhões de adeptos ao redor do globo, o futebol envolve muito mais que a prática esportiva em si. Envolve paixão. Sendo assim, se torna ao mesmo tempo uma das mais belas manifestações artísticas e uma das mais abomináveis formas de promover discriminação, preconceito, ódio, racismo, homofobia, xenofobia, etc., o que tem transformado o mundo em um lugar cada vez mais decadente e triste de se viver. É necessário resistência.

Sendo assim, acompanhando a tendência mundial do fortalecimento do movimento antifascista e progressista no futebol, fica instituída a Torcida Antifascista do Crato Esporte Clube, com o intuito de, além de apoiar nosso time do coração, promover a igualdade racial e de gênero em um dos ambientes mais homofóbicos e racistas que existem, o estádio de futebol e em tudo o que circunda o esporte.

O futebol do interior, com toda a carência de recursos financeiros e descaso da mídia também será nosso foco, como forma de recuperação da paixão e identificação do torcedor com seu clube, hoje substituída pelo show business das grandes estrelas dos campeonatos europeus e Arenas padrão FIFA.

Buscamos identidade. Buscamos igualdade. Buscamos liberdade.

A.C.E.C.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.