Como comecei uma empresa horizontal
Gustavo Tanaka
46832

Estou gostando muito de seus textos, Gustavo. São inspiradores. Quero muito acompanhar essa experiência. Apenas uma coisa ainda não consegui consegui compreender. Tratar todos como iguais não é algo, a meu ver, factível. Socialismo é uma prova disso. Somos movidos pelos desafios, e se o retorno é o mesmo para todos, a médio, longo prazo, bate um desânimo, não? Consigo enxergar igualdade de oportunidades, que hoje nosso sistema educacional, por exemplo, ainda não oferece em sua totalidade. Enfim, posso estar equivocado, por isso acompanharei de perto seu case. Felicidades!

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.