Tutorial Online de Como Fazer um Best-seller em Grandes Editoras (A Prosa do Galanteador)

Descubra como publicar um livro de sucesso, sim, apenas lendo isto. Para se publicar uma obra “consagrada” é simples, ensinarei tudo em três simplórios passos. 
1- Sua classe social precisa ser no mínimo “média-alta”, “A”, e em raros casos brasileiros “AAA”. Parte da massa editoral do século XXI não está tão interessada na qualidade do produto que você servirá, mas o quão você está disposto a pagar para tornar aquele produto algo real. Sua aparência também deverá exibir uma linha expressiva de boas condições: dentes perolados, cabelos sedosos e olhares galanteadores irão te ajudar. Sendo de tais classes você tem 60% do caminho percorrido, então você está indo glamourosamente bem. Ao ter uma quantia financeira alta, tudo, absolutamente tudo o que você escrever estará classificado como vendável. E chegamos ao segundo passo. 
2- O seu conteúdo deverá retratar as complicações de sua vida suburbana ou deverá se basear em um simplório romance clássico, com finais impactantes onde um beijo é estalado contra uma multidão de espectadores e tudo mais. Mas não, nem isso és capaz de efetuar, então você deverá escrever sobre qualquer coisa. As palavras que se esvaem enquanto você espanca o teclado com suas delicadas falanges deverão ter como intuito ser o que você quiser. Com o item número um, qualquer coisa que você obtiver será aceitável. Caso contrário, deverá se empenhar como um cão raivoso em arquitetar histórias de níveis bíblicos, e assim, do todo, você só conquistaria 10%, enquanto que com o item dois anexado ao item um você teria 80% de seu caminho trilhado. É bom demais para ser verdade, não é? Não, pode melhorar. Segue o item três. 
3- Para selar esse tutorial com chave de prata, ouro e diamante, trazemos esse item crucial para exatamente nenhuma falha no processo de seu livro. A sua obra precisará de um público, e hoje em dia com a famigerada internet isso é algo muito fácil de se fazer. Canais no YouTube, um blog, uma rede de compartilhamento qualquer, e pronto. Caso você tenha um desses requisitos e você for bem sucedido em algum deles, parabéns, você não precisa mais de nada! Caso contrário, segue a explicação de como dar certo. 
 Seu canal de compartilhamento raramente trará algo útil ou informativo, como muitos fazem, e é isso o que queremos. Apelide os ouvintes, espectadores ou plateia de alguma coisa aleatória, ninguém vai se interessar pelo real motivo do apelido. Caso você não tenha nenhum assunto ou criatividade coloquial, grite, faça caretas e abuse de uma edição exagerada, as pessoas amam isso. A intensidade de seu canal se baseará não no que você fala, mas no que acontece. As pessoas ficarão esperando os gritos, as reações incompreensíveis e é isso o que queremos. Vamos lá, infle os pulmões e coloque a mão na massa. Seu público deverá ser pouco mais de um milhão, e logo você terá os tão almejados 100% de probabilidade sobre a decisão seletivas de editoras. Seu público será o que gostamos de chamar de “acultural”. Pessoas que não se importam com “sacadas” ou piadas inteligentes, nem você precisa ser inteligente. A internet não é um meio de entretenimento produtivo, tenha consciência disso e use isso. Boa sorte, e ganhe milhares de dinheiro graças ao bom senhor aqui. Obrigado! Atenciosamente, Antônio Monteiro.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.