Nota do fim do dia.

Usar a liberdade do amor para justificar sua desenfreada busca por satisfazer teus desejos corpóreos não te torna um espírito complicado e indomável. Apenas demonstra a covardia habitando teu coração, o amor liberta, o amor restaura, o amor respeita. O amor revive.