E quando você se apaixona pela pessoa errada?

Sei lá, não sei se existe essa de pessoa perfeita pra você, mas eu sei que existe a errada e sei também que um dia você vai se apaixonar justo pela errada. Quando é pela pessoa errada que você demora a dormir pensando no sorriso ou na cor estranha dos olhos dele/a, quando você ouve Ed Sheeran, Tiago Iorc e Bruno Mars e imagina várias coisas involuntariamente, aí o bicho pega. 
 Sabe quando você tem consciência de que a pessoa não é a certa, que vai dar merda e mesmo assim continua sentindo aquele apertinho no coração, aquela vontade de escrever uma carta ou mandar uma mensagem, você não quer admitir que gosta da pessoa e tudo que você faz é negar? Nega que gosta, não olha mais nos olhos, evita contato, evita estar no mesmo lugar que ele/a, evita, evita, evita… E já diziam os budistas, a gente sofre porque nos apegamos e porque vivemos em negação daquilo que sentimos e que queremos. A gente complica tudo. Ao invés de falar “ok, eu gosto mesmo, vou gostar e isso vai passar”, nós ficamos no eterno “eu não gosto, eU nÃo GoStO, EU-NÃO-GOSTO” e aí todo esse sentimento fica preso e intacto, sem gastar, sem passar. Assim nada se resolve, o gostar não passa e você vira uma pedra de sentimentos não vividos, não-liberados, escondidos, fica com esse peso e talvez nem consiga perceber as outras pessoas que estão em volta, que podem ser a pessoa certa.