RECONEXÃO - parte 1

Costurei em mim partes de outros para preencher meus sulcos, mas tá infeccionado. quero enforcar meu desejo com a linha que usei para sobrepor o outro em mim. todas as relações são contagiosas ou é vicio que se tem em procurar esse estagio febril e letárgico? a beleza do fragmento de se pertencer é insignificante. há tanto para se ter dentro do que existe que parece delírio a tentativa de preenchimento constante. mas de tudo é uma tentativa de se bastar, essa quantidade de imagens é só uma tentativa de tornar palpável o que não se tem referência. Estar em si é não ter referência.

A single golf clap? Or a long standing ovation?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.