Situações da vida real

Reprodução

Conheci essa garota em meio ao caos que me encontrava. Sem romantismo algum, conseguimos ser iguais e tão opostos ao mesmo tempo. Eu que nunca fui tão bom em detalhes comecei a prestar atenção nela com cuidado. O jeito que o mundo para quando ela sorri, faz a Mona Lisa, quadro mais famoso de Da Vinci, parecer apenas mais uma obra. O modo que equilibra o copo quando bebe algum destilado faz Atlas parecer um bobo por equilibrar o peso do mundo. O seu estilo musical vai do MPB ao RAP em questão de minutos. Quando resolve dançar… faz o coração mais gelado se aquecer.

Entre risadas e ligações de madrugada, algumas apenas para ouvi-la falar da vida ou dormir durante as chamadas, percebo que ela dava ordem na bagunça que mencionei no início do texto.

O meu medo do passado se fez tão presente que aos poucos uma conexão tão linda foi perdendo espaço para discussões e brigas. Já escutou a expressão “eu tenho medo dos meus fantasmas do passado”? Ela deve ter sido feita especialmente para mim. Começo a correr, a surtar e ficar bravo quando percebo que gosto de alguém.

Era inevitável não gostar dela. Eu não a culpo por nada. Deve ser muito complicado se relacionar com alguém com tantas armaduras. Eu nunca disse que a amava, mas acho que não precisava, o amor estava explícito em cada olhar que eu dava. Quando o homem descobrir uma maneira de voltar no tempo, vou ser o primeiro só para beija-la novamente.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.