Baixa Autoestima

Alguns escritos de anos atrás….
 — — —

Involuntariamente, muitas pessoas que lhe querem bem, também colocam você pra baixo. Você sabe do que estou falando. Você chega em algum lugar, e lá vem o fulano direcionar o dedo para aquela sua ferida que você não pode mais esconder.

Encarar isso de uma maneira positiva é sempre um desafio, mas vale a pena. Eu sempre digo que o ódio e a raiva devem parar em você. Não passar adiante coisas que fizeram você sofrer. Nas 24h do dia, é difícil não repassar via efeito colateral algo que lhe foi dito ou apontado na forma de um novo “elogio” ou “brincadeira”, mas é possível e recomendável.

Baixa autoestima é uma coisa real. A vida já não é fácil de levar com as ferramentas que estão a nossa disposição. Não seja uma pessoa que ao invés de ajudar com ferramentas, coloca mais pedra nas costas de outra pessoa.

Um elogio, um sorriso, podem ajudar mais do que uma colocação babaca para parecer engraçado e popular. Leia, seja VOCÊ interessante. Seja VOCÊ o assunto e o objeto de admiração, mas não coloque outras pessoas na roda para que esta seja o assunto à divertir a plateia. Existe um limite entre a brincadeira e o mau gosto, sem falar da paciência.

Like what you read? Give Arley Ramos da Silva a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.