Padrões Hípicos no Xadrez

O cavalo é definitivamente a peça mais característica do xadrez. Normalmente bem entalhada e com mais detalhes que as outras, transmite uma preocupação constante ao adversário, dado seu movimento não linear, ao contrário de todas as outras peças. Mesmo o peão, com seu movimento de ataque distinto (diagonal, em oposição ao frontal), não consegue surpreender tão facilmente quanto aquela peça tão simpática e surpreendentemente veloz.

O cavalo é comparado ao bispo em termos de valor numérico de material dada a sua capacidade de alcançar todas as casas do tabuleiro, mas é inferior à torre por seu alcance imediato relativamente curto. Porém, com uma análise mais profunda de seus movimentos e rotas variadas, é possível constatar que mesmo tendo suas limitações o cavalo ainda pode ser considerado uma peça de valor inestimável, responsável por um alcance extremamente longo em poucos movimentos.

Normalmente, durante as fases iniciais de treinamento no prática do xadrez, um exercício se faz essencial: encontrar o caminho mais curto para se alcançar uma casa no tabuleiro, partindo-se de outra. Esse exercício tem como objetivo entender a capacidade da peça através da prática, porém ainda assim consiste em limitações visuais importantes para a obtenção de insights de como utilizar e anular o poder dessa peça tão importante. Considere, por exemplo, a imagem abaixo, retirada de um programa especial para analisar o alcance do cavalo no tabuleiro:

Figura 1 — Mapa do movimento do cavalo em e4.

A imagem mostra um tabuleiro e em cada casa um número indicando a quantidade de saltos necessários para um cavalo, localizado na casa com numeração zero, alcancá-la.

Como era de se esperar, com a posição centralizada a peça tem um grande alcance com apenas dois lances.

Com essa imagem podemos verificar alguns padrões interessantes, como se segue.

Primeiramente, devemos desenhar mentalmente dois quadrados concêntricos e centrados na casa onde está o cavalo. O quadrado menor terá suas arestas a duas casas de distância do centro e o quadrado maior terá suas arestas a quatro casas de distância do centro. Então podemos obter as seguintes conclusões:

  1. Todos os vértices de ambos os quadrados estão a 4 (quatro) lances de distância.
  2. Todas as casas atacadas imediatamente pelo cavalo estão dentro do quadrado menor, situadas nas arestas.
  3. Todas as casas de mesma cor dentro do quadrado maior podem ser alcançadas em dois lances, excetuando os casos 1 e 2.
  4. Todas as casas de cor oposta dentro do quadrado maior podem ser alcançadas em três lances, excetuando os casos 1 e 2.

Fora do quadrado maior o padrão se torna mais confuso e deve ser avaliado de maneira independente, como mostrado abaixo:

Figura 2 — Padrão observado com o cavalo em g1.

Como pode-se observar, fora do quadrado maior, visível nos limites c1-c5-h5, o alcance varia de 3 (três) a 5 (cinco) lances.

Ponto Notável:

Figura 3 — Mapa de movimentos com o cavalo em h1.

Quanto o cavalo está em um dos vértices do tabuleiro, uma distorção do padrão anterior se torna visível: Toda a diagonal do quadrado menor se torna distante, tornando a ação nesse setor muito difícil. Ou seja, um cavalo posicionado dessa forma perde bastante sua eficiência, o que deve ser evitado.

Padrões de Defesa:

Os mapas apresentados também descrevem insights de como anular a ação dos cavalos do oponente. Para isso, basta observar que as casas vermelhas, ou seja, as de alcance imediato, são as casas utilizadas pelo cavalo para se movimentar em quaisquer manobras, dessa forma se as defendemos bloqueamos a ação dos cavalos de forma definitiva. Devemeos notar que isso somente é notável quando o cavalo se encontra nas arestas limites do tabuleiro.

Por exemplo, na Figura 2 podemos ver que um bispo situado em g4 pode anular totalmente a ação do cavalo. Já na Figura 3, podemos ter três situações que tornam o cavalo em h1 nulo.

  1. Uma torre em f3
  2. Um bispo em h4
  3. Um bispo em e1.

É bem provável que hajam outros padrões observáveis, principalmente fora do quadrado maior, e encontrá-los pode ser de grande valia para a leitura do tabuleiro e a elaboração de estratégias vencedoras.

O aplicativo está online para avaliação no aqui. Basta clicar na casa pra ver o mapa de alcance a partir dela.

Arlindo Neto
Programador e Enxadrista!

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.