Pausar para sentir.

Mesmo que você desligue todos os relógios na tentativa de pausar o tempo será falho, pois o tempo ainda assim continuará em movimento. 
Vivemos constantemente ligados e conectados a esse tempo, afim de realizar todos os nossos afazeres. Trabalho, estudo, casa, contas, “crise”, pessoas, muitas pessoas e outras tantas coisas que nos distrai a ponto de não enxergarmos o que realmente é importante e nos torna importante.

PAUSE tudo, a leitura, o texto escrito pela metade, as somas, a musica e perceba quem está ao seu lado e se faça presente, sinta-se parte desse todo, perceba a sua insignificância e a sua inexistência, compreenda-a e dê sentido a ela.

Em tempos de mentes aceleradas, esse momento pode se tornar descanço, abraço, afeto, sexo, amizade, conversa, risos, compreensão, empatia, solidariedade, cura e amor.

Sirva, doe-se, seja!