Super Bowl 50 vem aí!

Pois é, depois de uma temporada sensacional — diria que uma das melhores que acompanhei até hoje na NFL, com jogos decididos no último segundo e também com jogos já definidos logo no primeiro tempo, eis que chegou a tão aguardada hora do Super Bowl 50. Eu estava ansioso por isso. Dia 7 de fevereiro, isso mesmo que você leu, em pleno domingo de carnaval, acontecerá esse super evento. De um lado, aquele que na minha opinião é um dos maiores QB da história, Peytão da Massa. De outro, Cam Newton. Não curto comparações, mas se eu pudesse comparar o QB titular do Panthers, compararia com o Stephen Curry, armador do Golden State Warriors, da NBA. Ambos fazem (no caso de Curry, ainda fazendo) ótima temporada. Quase que perfeita.

Pois bem, o que esperar desse jogo? Será que vai ser acirrado ou será que não vamos ter emoções? Esperamos que tenha o famigerado CAOS em Santa Clara, literalmente.

Obviamente que será um jogo que a defesa de ambos os times deverá ser quase que perfeita.

Por um lado, temos o excelente linebacker do Panthers, Luke Kuechly. No lado do Broncos, o excelente (também) linebacker Bradon Marshall. Acredito que a defesa vai prevalecer para ambos os lados porque principalmente o Panthers durante a temporada toda, o ataque vem funcionando de uma forma magistral. Falo isso porque de todos os jogos que assisti do Panthers nessa temporada, o time se saiu muito bem e massacrou o adversário no primeiro tempo, tendo uma boa sequência de TD e aproveitando ao máximo a posse de bola.

Agora, falando do Broncos, acredito que o time apostará suas fichas no QB, Peyton Manning, o Peytão da Massa. Inevitável não falar desse cidadão. Será o último jogo da carreira dele, o dito cujo já afirmou que se aposentará depois do Super Bowl 50. Uma pena para todos os apaixonados por NFL. Com certeza vai ser especial por esse fator. De uma coisa eu sei, Peyton Manning não vai sentir o peso do jogo, até porque já esteve no Super Bowl em outras oportunidades e foi muito bem sucedido. Foi campeão do Super Bowl XLI e, diga-se, também foi o MVP daquela final contra o Bears, na época em que ele atuava no Colts.

Mas o Broncos obviamente não chegou até aqui só por causa do Peyton, né? Citarei alguns jogadores que podem tomar o lugar (ou não) de protagonistas no dia 7.

Brandon Marshall, Demaryius Thomas, Von Miller, DeMarcus Ware e Emmanuel Sanders. Este último e Demaryius Thomas podem fazer a diferença pro Broncos. Se ambos estiverem naqueles dias, podem decidir o jogo.

Óbvio que enfrentarão uma ótima defesa do Panthers que tem se saído muito bem nos últimos jogos. Podemos citar três jogadores que são fundamentais na defesa do Panthers: o já citado Luke Kuechly, Josh Normal e para fechar o Thomas Davis. Nada mal, né? Pois bem, tomara que tenhamos um jogo disputado entre ataque e defesa no dia 7 e que de preferência o ataque de ambas as equipes funcionem bem.

O melhor plano do Broncos, ao meu ver, seria segurar ao máximo o fortíssimo ataque do Panthers no primeiro tempo com Cam Newton e cia e por outro lado a defesa do Panthers deverá se concentrar no Peyton para que as jogadas de ataque do Broncos possam assim ser controladas com sucesso.

Sem dúvidas, será um jogo disputado do começo ao fim, típico de Super Bowl. Tomara também que não aconteça lesões e que possa ser um belo jogo, um jogo limpo, que é o que todos querem ver. Até dia 7, pessoal!