Os hippies estavam certos

Alguns bons-dias são mera obrigação
Tic-tac, o neon, a gasolina, o dólar
A economia como abstração do poder
O consumo de pessoas
e essa dialética de existir
justificando-se
E a pressa, ai a pressa
Enfadonha como uma lança fina
cortando os canaviais onde pousariam pássaros
Essa pressa derruba
Aos 20 e poucos anos, ganhe a vida
Ser melhor que os nossos pais
E nossas mães que ainda guardam nossas fotos
contemplando até nossa ausência
Enquanto sete novas formas de apego
são vendidas nas telas de led
que valem mais que o meu rim
ou o meu coração
julgado socialmente como um depósito
de contatos
onde não há carinho
só pele e mais uma forma
enfadonha de fingir
orgasmos.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.