Sinto muito, sou humana

se a tua coragem for maior que
um navio a percorrer mares
quebrando ondas tortas de orgulho
saberei que foi longe o suficiente
para nunca mais voltar ao vazio

é infinita a vida, infinita a vida
não se morre, se vive em outro lugar
nobre coração, aprenda a descansar
não ter nada é melhor do que ansiar
por pouco

posso existir como um deserto
mas nunca o fui
meu colo é um aguaceiro
e minha mente uma garagem de recados tenros

cavar o dourado do peito é ter a coragem de sentir
sinto cor, forma e pensamento
mas sou livre da maneira hostil de plantar

planto pra rodar 
giras ou pomares
planto pra colher
amor ou novos lugares

perdão a qualquer um que tenha ferido,
minha única intenção era amar
a minha criança adoecida,
abandonada,
esquecida,
que chorava ao mundo pra lembrar 
que ainda existia

honro minha criança,
como honro os meus pais,
honro cada lágrima sua
que não foi derramada,
honro a sua coragem por esperar
chegar ao travesseiro pra chorar
calada

honro sua fé,
que descobriu sozinha,
sua canção de ninar,
aprendida aos poucos
e seus anjos protetores,
que até hoje guiam meus passos,
até mesmo quando apunhalo meu coração
com caminhos medíocres
frente a imensidao do meu ser

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.