Iniciando no Kart Indoor

Kart Amador #01

Olá! Sou piloto amador de kart há dois anos e contabilizo até o momento em torno de 20 baterias. Se você, como eu, gosta de velocidade, vamos aqui buscar esclarecer e ajudar quem está iniciando a pisar fundo!

Correndo na Granja Viana (Cotia/SP)

1 — Por quê o Kart? O kartismo amador, como um esporte a motor, é a possibilidade de acelerar fundo, competir com os demais pilotos e consigo mesmo, buscando sempre melhorar sua tocada e cravar voltas cada vez mais rápidas. Grandes talentos da F1 surgiram do kart. Há novas pistas sendo abertas, então não será difícil achar um kartódromo perto de você. É extremamente fácil de aprender e por isso a diversão a emoção são garantidas.

2 — Como funciona? A maioria dos kartódromos funciona por reserva. Pelo site ou telefone, você entra em contato, escolhe um horário e deve aparecer com certa antecedência, de maneira que você faça todo o procedimento de explicação da bateria e do carro(briefing), locação de equipamentos e familiarização com o ambiente. Após entrar na pista, você tem entre 20 a 30 minutos de corrida, divididos entre tomada de tempo para formação do grid de largada e a corrida em si. É mais que o suficiente para se divertir e cansar, deixando um gostinho de querer repetir a dose. A bateria custa entre 50 a 120 reais, dependendo da potência do motor, tempo de bateria e dia da semana.

3 — Equipamentos: É obrigatório o uso de capacete, luvas e balaclava. O uso de macacão (também protetor de costela) é facultativo e pode ter custo adicional. Sapatos fechados são também itens necessários. Ah, para os cabelos longos, estes devem ser bem presos por dentro da balaclava, evitando o risco de enroscar no motor. Muitos pilotos gostam de gravar suas corridas, portanto uma câmera de ação (como a GoPro) pode ser interessante.

4 — Qualquer um pode correr? Sim. Existem locais onde até karts infantis são disponibilizados. Mas se você quiser participar de uma bateria comum, é recomendável ter mais de 1,55m de altura, para poder alcançar confortavelmente os pedais. Do outro lado, caso você seja muito pesado, esse peso a mais acaba te deixando com uma aceleração menor (existem karts elétricos que aceleram igual para qualquer peso, mas isso fica pra outro post), o que pode ser compensando utilizando lastros de peso, porém esta prática só é comum em campeonatos. Em contrapartida, esse peso a mais acaba proporcionando mais aderência nas curvas ao piloto com sobrepeso.

Como deu pra perceber, são muitas informações e não dá pra passar tudo de uma vez, o que vai acabar vindo nos posts seguintes sobre o assunto. Por fim, deixo um vídeo que gravei em uma das últimas corridas que fiz utilizando a câmera que ganhei de presente da minha namorada (obrigado, Mai!) e por fim algumas opções de kartódromo na região de São Paulo para você explorar. Grande abraço!

https://www.youtube.com/watch?v=Bep7sIEBlrM

Alguns sites de kartódromos em SP:

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.