Sobre Jout-Jout, Bolsomitos e revanchismo.
Matheus Cardoso
135

Seu texto está no caminho, mas não conseguiu chegar lá.

A divisão "conservador" e "progressista" é um reducionismo que interessa muito a um dos lados que marca.

Tanto é enviesada, que só um lado a utiliza.

O top do "conservadorismo" seria Bolsonaro né?

Mas veja que a justiça não teve coragem para colocá-lo no local definido para ele pelos "progressistas": http://g1.globo.com/politica/noticia/2015/05/stf-arquiva-inquerito-contra-bolsonaro-por-falas-sobre-preta-gil.html