Startup Weekend — parte 3: experience

6 de agosto, segundo o Medium, esse foi o último dia em que eu escrevi sobre o Startup Weekend. Bom esse é o ultimo artigo que escrevo sobre o SW UNI 2017. Mas acho válido falar sobre isso aqui.

Ainda estou colhendo bons frutos dessa experência. Networking é somente o mais amplo exemplo que posso citar. Além disso agora teremos o SW em Santa Inês. Evaldo Barbosa será mentor lá, um dos principais representantes de desenvolvedores dentro do Ecossistema de Startups. Com quem estou aprendendo demais. Isso tudo é ótimo.

Eu aconselho fortemente que você passe por essa experiência um dia. Que você conheça, se enturme, aprenda e faça acontecer. A pré aceleração já vai começar para as equipes vencedoras e eu mesmo já estou pensando na doidera. Muita coisa aconteceu do evento até aqui. Mas eu vejo que isso não é nem metade do ainda virá.

Eu sei que esse artigo não tem nada haver com minha experiência, no SW apesar do título. Mas que bom que é assim, se quer um conselho, somente faça.

Falar sobre startups ou eventos de startups é uma coisa muito complexa, cheias de pontos e contrapontos. Eu prefiro falar sobre, vivendo e vendo.

Tem muita coisa nova e tudo tem que ser absorvido de forma específica. Sempre tem alguma coisa pra aprender. Nesse mundo de Startups as coisas não têm fim, nem esse artigo terá um… até porque as coisas nem começaram ainda.

Like what you read? Give Atmos Maciel a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.