#BALADA

_ E aí vai chegar nela?

_ Sei lá cara, ainda nem bebi.

_ Puta, ai é foda!

_ Bora pegar uma vodca com energético?

_ Bora.

Eles se dirigem até o bar e se juntam à multidão, que também quer uma bebida, a música alta não impede que à barista entenda seu pedido, porém você precisa lutar para ter um lugar perto do balcão.

Said consegue chegar no balcão antes de Rodrigo, grita:

_ Duas vodcas com energético!

Grita no intuito de superar a música, porém é ignorado.

_ Duas vodcas com energético, por favor!

Mais uma vez é ignorado, vira para trás onde está Rodrigo e diz:

_ Tá foda ser atendido.

_ Open bar é assim mesmo.

_ Duas vodcas com energético, por favor!

Dessa vez ele foi atendido, a barista se abaixa e pega dois copos de plásticos cheios de vodka com energético, entrega-os à Said que repassou um deles para Rodrigo, com certa dificuldade de se afastar da multidão e equilibrar a bebida nos copos, os dois amigos se afastam do bar e ficam nas laterais da pista de dança, onde podem beber a vodka enquanto observam as mulheres do ambiente.

_ Tem umas minas, que são tão gata, que até me deprime.

Diz Said.

_ Como assim cara?

_ Deprime porque elas têm um nível de beleza tão alto que eu não tenho a menor chance, ai é foda, só fico na vontade.

_ É, por causa disso inventaram a punheta.

Os amigos então bebem um longo gole de sua bebida.

Said começa a olhar um grupo de quatro garotas que dançam juntas, uma delas, de cabelo roxo, camiseta listrada, mini-saia e bota, o chama mais a atenção.

_ Ai cara, acho que vou chegar naquela mina.

_ Vai lá.

O garoto dá mais uma golada em sua bebida e vai em direção as garotas.

_ Oi, posso te contar um segredo?

Diz Said, perto do ouvido da garota. Apesar de ter escutado ela parece não ligar muito.

_ Você é à mais bonita da noite, mas não conta pra ninguém.

Ela olha para ele e diz:

_ Você não viu, né?

_ O que?

A garota levanta a mão direita e ele vê uma aliança prateada em um de seus dedos.

_ Ah tá, Ok, boa noite.

Decepcionado o garoto volta onde está seu amigo.

_ E ai?

_ Ela tinha namorado, sério, porque que alguém que já tem namorado vem pra balada?

_ Sei lá, dançar talvez?

_ Dança em casa, é de graça.

_ Mas em casa não tem uns trouxas pra inflar o ego dela.

_ Sou obrigado a concordar.

Os garotos dão a última golada em seus copos.

_ E você, não vai chegar em nem uma?

_ Sei lá, acho que antes vou beber mais um pouco.

_ É, eu também, vamos lá pro bar?

_ Bora.