Os prováveis 15 primeiros cortes

Nesta semana, exatamente amanhã, dia 30, o Arizona Cardinals tem pela frente seus primeiros cortes visando o 53 “man roster” para a temporada. Os cortes baixarão o plantel de 90 para 75 jogadores. Para muitos jogadores, a sua última chance de fazer parte do plantel final foi no domingo, quando os Cardinals enfrentaram o Houston Texans. Com os titulares jogando o primeiro quarto inteiro e boa parte do segundo, alguns jogadores não terão muito tempo para mostrar que ainda podem sobreviver uma semana mais, levando em conta que na próxima semana ocorrem os cortes finais para o plantel final.

As primeiras 15 vitimas dos cortes, o que não parece um numero muito grande ao se olhar para um plantel com 90 jogadores, são um punhado de decisões obvias, mas há uma série de jogadores que os Cardinals poderiam querer dar uma olhada no jogo final da pré-temporada.

Vamos dar uma olhada em alguns nomes que podem ver seus sonhos de NFL tomar uma parada abrupta na nesta próxima terça-feira.

Começamos pela defesa, primeiramente a secundária. Atualmente os Cardinals tem 12 cornerbacks no plantel. Na última temporada foram utilizados somente 4, mas isso pode ser diferente este ano, devido a lesão de Justin Bethel, por Brandon Williams ser um novato, e Tyrann Mathieu (listado como Safety, mas joga muito no slot) voltando de lesão. Mike Jenkins fez algumas grandes jogadas nos treinamento, desde o seu retorno de lesão. provavelmente irá receber uma chance de mostrar mais um pouco do seu jogo no jogo final de pré-temporada.

Alan Ball em ação pelos Bears.

Asa Jackson e Alan Ball por terem perdido muito tempo de treinamento, devido a lesões persistentes, são ambos fortes candidatos a terem seus nomes chamados quando os cortes forem anunciados na próxima semana.

Asa Jackson em ação pelos Ravens.
Ronald Zamort

Ronald Zamort é outro nome provável de ser cortado dos cornerbacks também. Os Cardinals provavelmente vão querer manter alguma profundidade na posição de cornerback para o jogo final, a fim de manter Brandon Williams e Justin Bethel saudáveis para a abertura da temporada regular, então não espere mais de três cortes aqui.

Na posição de Safety os Cardinals estão com 8 jogadores no momento, foram apenas 4 na última temporada. D.J. Swearinger, Marquis Christian, Tyvon Branch, Tyrann Mathieu, e Tony Jefferson, são nomes certos para compor o plantel final nesse momento. Será que os Cardinals pode cortar todos os demais? Chris Clemons foi encaixado na posição de “Money Linebacker”, assim como Deone Bucannon ano passado. Clemons poderia ser cortado devido as possíveis acusações de agressão que ele poderia enfrentar por uma ação em maio.

Chris Clemons

Tirando Clemons, só tem um Safety que poderia estar com a equipe, mas provavelmente será somente um jogador do time de treinamento, Matthias Farley, que chamou atenção durante o período de treinamento e jogos, poderia sobreviver aos cortes antes de encontrar um lugar no time de treinamento.

Matthias Farley

Na linha defensiva, os Cardinals provavelmente não vão fazer cortes. É possível manter sete dos dez jogadores nessa posição. Olsen Piere jogou um monte de snaps com a primeira equipe na ausência de Corey Peters e Frostee Rucker, e ganhou o reconhecimento da comissão técnica. Josh Mauro dificilmente será um dos nomes, pois ele apareceu bem na temporada passada por várias vezes, excelente para a profundidade. Iosia Iosia que perdeu algum tempo de prática depois de ter sido assinado, ele estaria entre os cortes.

De Inside Linebackers os Cardinals só irá manter quatro, e Deone Bucannon e Kevin Minter são dois deles.Isso deixa quatro jogadores para duas vagas. Gabe Martin, Alani Fua, Lamar Louis e Donald Butler. Fua e Martin tem tido mais oportunidade durante o ano, mas Martin está atualmente fora por uma lesão, deixando Donald Butler com chance de roubar seu lugar.

Gabe Martin

Lamar Louis figura para ser o homem a ser cortado. No entanto, se Chris Clemons não forcortado, ele provavelmente sera o terceiro Inside Linebacker, ou “Money Backer”, deixando os quatro para lutar por um emprego.

Lamar Louis

Dentre os outside linebackers, os Cardinals atualmente contam com 6 caras, dos quais 4 farão o plantel final. Markus Golden e Chandler Jones são intocáveis. Kareem Martin e Alex Okafor, apesar de suas lesões também farão parte da provável lista final. Shaq Riddick lesionado, vai perder uma quantidade indeterminada de tempo. É provável que seu tempo no Arizona tenha acabado, a menos que os Cardinals o coloquem na IR. Tristan Okpalaugo é o ultimo nome. Ele parece um excelente pass rusher com seu tamanho, mas como números a frente dele. Parece ser mais um candidato ao time de treinamento, e não deve ser tocado nos primeiros cortes.

Shaq Riddick (47).

Na posição de Quarterback, Carson Palmer e Drew Stanton estão dentro. Matt Barkley e Jake Coker estão lutando por seus empregos. Neste ponto, nem fazem parte do plantel final. Mas com Matt Barkley tendo a maior parte dos snaps, Jake Coker poderia estar entre os primeiros cortes. Isso daria Barkley um grande número de snaps no jogo final da pré-temporada, para mostrar que ele vale um lugar no plantel.

Jake Coker.

Dos Wide Receivers, dois nomes já devem ser cortados imediatamente. Amir Carlisle e Franky Okafor. Ambos tem tido pouco destaque nos treinamento e jogos.

Amir Carlisle.

Os tight end’s provavelmente serão todos mantidos para o jogo final da pré-temporada. Se houver um corte de tight end na primeira semana, deve ser Hakeem Valles.

O Center, A. Q. Shipley é titular. Os Cardinals devem cortar Taylor Boggs para dar mais tempo de jogo para Evan Boehm no final de pré-temporada.

Taylor Boggs.

Na posição de tackle poderemos ver um jogador partir. Seria Clay Debord ou Givens Price. Ambos não foram muito ao campo, com John Wetzel e Rob Crisp tendo a maioria dos snaps.

Givens Price

A posição de Guard poderia também ter um jogador cortado. Jake Bernstein pode ser o nome. Os outros jogadores da posição devem ficar, Earl Watford no principal, e Cole Toner e Antoine McClain no time de treinamento.

Jake Bernstein
Matéria escrita por William Weimer.
One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.