Óculos rosa ou lente de aumento?

Quando você vive o que acontece de trágico e difícil no mundo, eu vejo três reações como as mais comuns:

  1. A preocupação e a angústia tomam conta:
     “esse mundo tá perdido..” “o que vai ser dos meus filhos..”
  2. A apatia junto com a alienação, insensibilidade:
     “Pouco me importa, enquanto não bate à minha porta”
  3. O pesar é sentido, mas ele não envenena e provoca vontade de agir:
     “O que eu posso fazer pra influenciar isso de alguma maneira?”

Por mais que tanta barbárie esteja sendo esfregada na minha cara e fazendo parte da minha vida todo dia, a disposição interna com que recebo tudo isso, define o tamanho da influência que eu vou exercer em tudo que acontece.
 Disposição interna de poder sentir o luto e a revolta, mas de saber manejar isso de um jeito a não me deixar amargurada e descrente na vida, não por muito tempo… Mas de pensar em uma maneira de somar pra que as pessoas melhorem, pra eu mesma melhorar, primeiro.

Tudo o que eu penso, digo e faço, vira parte de um todo bom ou ruim. Se depois de sentir raiva, indignação… eu conseguir puxar o fio da meada dos motivos, do contexto e das possíveis causas, me perguntando de que forma o meu jeito de pensar, pode ter contribuído para essa coisa que me indigna, já estou tirando proveito pra mim mesma e tendo consciência do meu poder de somar nas situações.

Uma amiga me ligou, muito triste falando sobre como ela estava angustiada sobre um monte de coisa ruim que tem virado notícia, de tanta tragédia, crise, abuso, maldade, ignorância… Até ela me ligar, eu não tinha elaborado na cabeça o que eu disse a ela. Foi muito bom ter ouvido sua angústia, por isso:

Rafa, toda essa crise e essa m**** no ventilador, precisavam vir.
 
Quase todo mundo vive dentro da sujeira e tem o hábito de só jogar pedra.
 
A tremenda maioria sequer se informa pra escolher os políticos..
 
Todo mundo não vê nada de mais em criar filhos machistas, desde que sejam machos..
 
A competição em todo lugar é só alimentada. Ver seu concorrente se ferrar invariavelmente dá gosto.. Nós somos muito corrompidos.. Toda essa crise de valores é pra esfregar a sujeira que a gente vive na nossa cara e que tem na nossa casa e que todo mundo esconde achando normal, quem nunca!?

Quem evolui fora da crise? quem cresce e aprende antes de cair? O aprendizado só é sustentado com a experiência e a experiência não é experiência SEM ERRO.

A revolta é produtiva se você consegue se enxergar em detalhes, quanto mais incômodo for, maior a sua ligação com o problema. Qual o tipo de conversa você vai ter da próxima vez que encontrar alguém? Óculos cor de rosa não resolve nada, consciência e ação mudam tudo.

Ao invés de colocar lente colorida nos problemas, coloque uma lente de aumento. Não para se angustiar mais com eles, mas pra ver o que você tem somado pra isso.. E o que diabos você vai excluir do seu discurso, dos seus hábitos e das suas ações pra contribuir com o bom que você pensa que merece viver. Se você tem crianças por perto então, cada instante é oportunidade de influenciar o mundo todo..

E só pra esclarecer e exemplificar que não me excluo da sujeira.. Essa conversa ao telefone com a Rafa, foi no viva voz, numa viagem, enquanto eu dirigia na estrada de volta pra casa. (anotação mental: aquele café ou aquela cerveja com as amigas precisa de mais frequência!).

E você, o que tá pensando, falando e fazendo ai??

Boa semana.