São Paulo, 05 de Abril de 2017

G,

Há tanto tempo não nos vemos que quase me esqueci do seu cheiro. Todas as mudanças me fazem esquecer minhas dores e me disperta uma certa ansiedade de calmaria. Anseio por domingos preguiçosos no frio. Não gosto de apartamentos alugados, a cama que eu durmo e de ruas desconhecidas & escuras.

Penso bastante sobre a Praça da República dos meus sonhos, e por incrível que pareça Piva me parece uma rebeldia adormecida. Eu não sei mais onde estou, ainda que saiba andar cada vez melhor na cidade. Eu penso que o certo é não saber mesmo, porque descoberta é dádiva. Nada de ignorance is a bliss. Eu sempre quis saber absolutamente tudo e é por isso que fingir que não sei o que acontece entre você e eu me dói tanto.

Meu coração congelou. Eu não sinto saudades estarrecedoras. Eu não sinto vontade de te ligar. Eu não sinto desejo de estar com você a todos os momentos. Eu não posso mentir dizendo que não sinto desejo algum, mas eu certamente meus desejos são mais singelos.

Eu desejo agua e sal vento e mar. Mate da praia. Meus amigos. Beber uma cerveja naquele bar sem nome com o Frei. Não mais que isso. Não desejo nada alem disso. E isso me dói muito.

Eu vivi 3 anos suportando uma culpa que não era minha. Eu ainda não consigo berrar que Jesus died for someonelse´s sins but not mine. Mas é essa a busca constante. Eu não quero viver mais sentindo nenhuma culpa. E tudo que eu sinto agora é culpa por ter me distraído de você. Eu não quero sentir isso. Eu te amo, mas não agora.

Eu nunca me considerei merecedora de nenhum amor ou atenção, portanto me apaixono por todas as pessoas que me dão bom dia. Essa necessidade de reconhecimento diário e a certeza de que eu estou te devendo algo fazem com que eu me sinta absolutamente pecadora em relação a você.

Seu bom dia foi o melhor e mais doce bom dia que ja escutei na vida.

Acontece que eu não posso pagar por terapia ainda, por isso escrevo emails com poemas. Não me desculpe, eu preciso me des-culpar. Eu preciso entender que os seres humanos se distanciam por motivos diversos e isso nada tem a ver com você. Eu te amo, mas eu não agora.

Eu preciso devorar todas as possibilidades, eu preciso ir.

Eu havia cansado de ser ancora. Me transformei em barco.

Mar calmo nunca fez boa pirata.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated olarcaos’s story.