Brasil, regras: não há regras!

Polícia Federal encontra uma fortuna em casa atribuída ao Ex-Ministro Geddel Vieira Lima, em Salvador

A apreensão pela Polícia Federal de um montante homérico (cerca de R$ 22,5 milhões) em dinheiro vivo é mais um dos absurdos que o nosso sistema político nos empurra goela abaixo. É escandalizante ver toda a quantidade de dinheiro encontrada e me lembrou do seriado "Narcos" e do realismo fantástico colombiano: os recentes eventos de corrupção envolvendo o ex-presidente Lula, a administração Dilma e o presidente Temer se assemelham aos elementos mágicos percebidos com normalidade pelos personagens daquela escola literária. Nós brasileiros nos chocamos a cada dia com os absurdos que tomam lugar em Brasília e achamos que seria difícil sermos surpreendidos tão cedo… Mas nossos políticos nunca nos desapontam. A imagem que ilustra

Mesmo com o desenrolar da Operação Lava-jato, com as delações premiadas, com as prisões de políticos, podemos perceber que a certeza de impunidade é um coeficiente de sedução a todos aqueles que pensam apenas em si e não no coletivo, afinal, desviar milhões dos cofres públicos não vai impactar na vida da população, sobretudo na vida das pessoas mais carentes que dependem dos serviços públicos ofertados, não é mesmo?

Poderia enumerar uma série de fatores que impedem o nosso país de ser o Gigante Verde-amarelo com o qual sempre sonhamos, seja a ata carga de impostos, seja a burocracia, morosidade da justiça, falta de seriedade e critério na escolha dos políticos, etc, mas vou me ater a apenas um item: precisamos acabar com a farra do Estado inflado. O Brasil é uma meretriz com os seios fartos e caídos de tanto mamarem. Na verdade, nosso país é esuprado diariamente de forma incessante! E não estou falando apenas dos corruptos e criminosos. Esta semana o Conselho Nacional de Justiça divulgou um estudo afirmando que o gasto médio mensal do judiciário é de R$: 47.000,00 (QUARENTA E SETE MIL REAIS) com cada juiz. Isso sem contar com os demais servidores públicos com salários inflado e pouquíssima produtividade. Longe de mim querer comprar um juiz com políticos corruptos, mas enquanto acharmos que estamos amparados pela legalidade em vez de nos balizarmos também pela ética e pela moral, nosso país continuará sendo apenas mais uma republiqueta das bananas na América do Sul. Os super salários que a carreira pública recebe são imorais! Em nosso país, muita gente ainda passa fome!

A verdade é que hoje publicaria um outro texto mas fiquei escandalizado com a expressão do banditismo com a qual me deparei. Ver essas caixas e malas cheia de dinheiro público é dá a mesma sensação de olhar pro quartel general de algum traficante perigoso, ou ainda pra vida de Pablo Escobar. Quem é capaz de tamanho ato de delinquência dificilmente me convenceria de que não é capaz de coisas piores (vide o caso Celso Daniel). É muito frustrante ver o nosso país entregue a esse tipo de gente. É triste constatar que eles fazem o que bem entendem e que esse sistema escraviza a população através dos impostos e da obrigatoriedade eleitoral. No final somos os financiadores dessa corja e ainda por cima somos obrigados a elegê-los na "festa da democracia"! Festa uma ova! Quero meu país de volta!

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Luiz Filipi Cardozo’s story.