O não nós sempre já temos!

Eu espero que ter cara de pau seja um momento que chegue para todos nós.
O medo de tomar um não é tão pequeno e insignificante que vale a pena se arriscar a fazer e ser tudo o que realmente se quis.
Não ter medo dos questionamentos, das caras feias e dos riscos.
Atitude é algo que exige um grau maior maturidade, um grau a menos de ego para que em caso de merda comecemos de novo.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Tábata Carolina Barbosa’s story.