Cantiga da Eternidade

Se um dia os meus olhos
forem punidos com a falta da luz do dia,
seu sorriso é o último que quero ver.

Caso um dia os meus ouvidos ensurdeçam
e o canto dos pássaros eu não consiga mais perceber,
a sua voz é a última que quero ouvir.

E te digo que se um dia o meu tato
por vontade do destino, pare de sentir o tempo
a tua pele é a última que eu quero sentir.

Só assim eu consigo te eternizar em mim,
não haverá fim e eu vou me sentir em paz.