Como seria possível amar uma pessoa que hoje te despreza, não quer ao menos ver você? Como seria possível pensar nessa pessoa todo santo dia, com uma música, um ato, ou simplesmente uma comida que costumavam comerem juntos? São tantas perguntas…

Eu sei que errei no passado, não à culpo por me tratar (ou não tratar) do jeito que me trata hoje, mas, é difícil de aceitar.

Antes eu pensava que o desprezo não iria doer tanto. Hoje vejo que o desprezo é uma das coisas que mais machucam ou me machucaram na vida.

A dor de perder você está me matando um pouquinho a cada dia. Sei que nunca irá ler o que escrevo aqui, mas, não posso desabafar com mais ninguém.

Hoje a depressão tomou conta de mim, eu não me reconheço mais, eu não vivo mais. Eu estou sendo vencido e meu único remédio seria um “oi” seu. Eu sinto que estou morrendo aos poucos e nada mais posso fazer além de aceitar.

Enfim, por hoje vou escrever só isso. E quero deixar uma coisa claro aqui:

Eu te amo como nunca amei ninguém em toda a minha vida. E pode ter certeza que continuarei amando você até meu último suspiro.

Att

Menininho.