Hoje eu acordei sentindo que preciso de você.
E precisei todos os dias em que a solidão e o vazio tomaram conta de mim. Esse frio só desaparece com você por perto.
Procuro pela casa por qualquer vestígio teu, revivendo em todos os cômodos as boas cenas.
Você bocejando na janela — eu correndo pra te abraçar.
A medida que acordo lentamente de cada sonho, tudo fica mais borrado, difuso, distante.
Por favor, já que não posso te ter, peço que as lembranças permanecem quentes e claras no seu lugar.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.