Adeus Ano Velho, Feliz Vida Nova.

Depois das resoluções é hora de dar tchau a mais um ano e eu devo dizer, finalmente. Por todas as dificuldades eu agradeço pelo fim desse ano trágico e também agradeço todos os bons momentos que vivi, não foram muitos mas foram excelentes.

Agora no entanto, é hora de dar passos novos, encontrar novos caminhos, é hora de se jogar. E isso não depende de ninguém além de mim mesma. Depende das minhas atitudes e do meu positivismo sair dessa zona de conforto e atingir meus objetivos.

Apenas eu sei o que preciso e o que posso fazer para alcançar minhas metas. Nem sempre há disposição, nem sempre sou favorável comigo mesma mas preciso aceitar as mazelas e fazer todo o possível para me livrar delas, só depende de mim, unicamente de mim.

É o momento de uma vida nova, novos desafios, escolhas difíceis, encarar e ser resiliente, abrir mão de algumas coisas, é hora de ir a luta e já passou da hora de vencer.

Like what you read? Give Beatriz Martins a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.