Shoujo mangá: Lá vamos nós de novo…
Pachi
232

Li hoje o texto do Collant e o seu pois vi ambos na minha TL do Twitter e tenho que agradecer pela resposta, pois foi direto ao ponto. Ouso acrescentar que os moldes das culturas ocidentais e orientais são tão diferente na questão social que tratar do assunto usando unicamente nosso ponto de vista não dá certo. Lá, a problematização e desconstrução ainda precisam passar por fases fundamentais que a gente já passou. Lá, os padrões de beleza e papel impostos aos gêneros tem diferenças sutis e fundamentais dos nossos e isso muda totalmente a dinâmica dos relacionamentos. Lá, a estrutura social sempre fui muito mais rígida que a nossa; estamos falando de um país em que até hoje nas gerações mais velhas as mulheres andam 5 passos atrás dos homens. Enfim, não dá pra simplesmente tratar como se fosse um quadrinho machista lançado aqui ou nos EUA, tem que considerar o contexto.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Rainbow Bunny’s story.