A SETA

Há quase dez (DEZ) anos atrás, eu encontrei um grupo de amigos que me ensinou algumas coisas que eu levo até hoje pra minha vida:

1) as coisas dão certo sempre no fim.

2) algumas coisas nunca vão mudar.

3) não tem problema deixar o orgulho de lado, até por que…

4) o orgulho não faz bem

5) cedo ou tarde a vida cobra o preço e, muitas vezes, nos afastamos daqueles que amamos. Mas, sempre saberemos quem são nossos verdadeiros amigos e que sempre teremos um lugar para voltar. Afinal,

“O lugar que eu chamo casa é onde me sinto seguro” (isso foi outro cara bacana que me ensinou, mas ele pode entrar aqui nesse texto hehe).

Mas a principal e mais importante coisa é a que eu diariamente tenho que me lembrar (e muitas vezes não lembro): SEMPRE EM FRENTE, NÃO IMPORTA A DIREÇÃO.

Sim, devemos seguir sempre em frente. Não importa se tu acabou de perder o emprego ou se o amor da tua vida foi embora, tu TEM que seguir em frente. Ou se não tu enlouquece.

De todos os ensinamentos que tive durante esses quase dez (DEZ… to muito impressionada com esse número) anos de convivência — direta ou indireta — com esses rapazes, é essa a mais difícil pra mim. Por que tu tá bem feliz com aquele emprego, com aquela pessoa, com aquela casa, com aquela cidade e do nada… BOOM… tu perde algo.

É difícil reorganizar tudo… seguir em frente. É difícil encontrar um trabalho que seja tão bom quanto aquele, um amor tão sincero, uma casa tão grande, uma cidade tão legal. Afinal, tu tá cego por aquilo que chamamos de COMODISMO. Parafraseando FORFUN “o comodismo é um mal parasitário”. O comodismo (que também podemos chamar de “rotina”) te suga, te destrói, te deixa CEGO. E tu não consegue ver o quão bom é seguir em frente. É bom ter o desafio do novo emprego; é bom sair e ver gente nova; é bom redecorar uma casa; é bom visitar novos lugares. Mas, até isso acontecer… aaaaah até isso acontecer tu vê defeito em TUDO… TUUUUUDOOOOO!!

Mas, cara, tu TEM que seguir em frente! É necessário para a existência humana seguir em frente e descobrir coisas novas, do contrário, ainda estaríamos vivendo nas cavernas sendo mandadas por nossos “homens”.

E, apesar de eu ter esse lema e essa seta tatuadas no meu corpo, ainda encontro muita dificuldade em seguir em frente. Mas eu sigo. Por que é bom seguir em frente, é bom conhecer coisas nova, do contrário, há quase dois anos atrás nunca teria tido a vida nova que tenho, não teria conhecido os amigos que conheço e, principalmente não teria encontrado Quem eu mais preciso.

Nos últimos tempos uma música maravilhosa tem ecoado na minha cabeça. Casino Boulevard, do Rosa de Saron. De todas as frases de efeito que essa música tem, uma ecoa direto em mim: “nunca permita que a sua felicidade dependa de algo que possa perder”. Nossa vida não pode depender apenas de coisas que podem se esvair por nossos dedos a qualquer minuto, a qualquer segundo. Nossa vida é o maior exemplo disso. Porém, temos a OBRIGAÇÃO de fazer dela uma vida maravilhosa, apesar de todos os desafios. E sim, devemos seguir em frente.

Mas não tem problema tu ficar uns dias de férias sem trabalho; não tem problema tu ficar triste por perder um amor; não tem problema tu não gostar da casa que tu tá morando agora. Mas tem problema tu não seguir.

Então, pode curtir esse teu luto por perder algo ou alguém por uma, duas, quatro semanas. Mas não te impede de continuar, de caminhar…

SEMPRE EM FRENTE, NÃO IMPORTA A DIREÇÃO. Obrigada, Tim!

https://www.youtube.com/watch?v=MyjOPQidlh8