Oito de março

Hoje, como o próprio nome do texto já diz é “o dia”. Pra quem não sabe, no dia de hoje mais de cem mulheres morreram carbonizadas em uma fábrica incendiada reivindicando por direitos trabalhistas (pelo menos foi assim que eu aprendi). A luta dessas mulheres não era apenas um salário digno, uma carga horária de trabalho saudável, liberdade de expressão (quem colocou fogo na fábrica foi o próprio dono do negócio, como forma de conter as verdadeiras chamas daquele dia – o poder das mulheres)… A luta era pra ser mulher é ser aceita como trabalhadora, como ser humano.

Uma das frases (já famosa por estampar cartazes e camisetas em protestos) que eu mais amo é “Girls just wanna have fun-damental rights”, que é o que eu ouço quando toca a música da Cyndi Lauper. Mulher quer sair pra dançar e não ter que se preocupar se algum “machão” vai ficar tentando se aproveitar dela, quer chegar em casa nessa mesma noite, com a mente tranquila, sem se preocupar se alguém vai criticá-la pelo tamanho da saia ou do decote, pelo jeito que dançava, por quantas bebidas bebeu.

Mulher não quer mais se preocupar com coisas que não deveriam tomar mais nossa atenção! Mulher quer se preocupar com seu trabalho, ainda que seu salário seja menor que o do sexo oposto, sem nenhuma razão aparente. Mulher quer se preocupar com a sua saúde e de quem ela ama, prevenir as doenças, viver um estilo de vida saudável, ser atendida pelo Sistema Único de maneira digna. Mulher quer ter dinheiro para as necessidades básicas, pra alimentar o corpo, a alma, pagar as contas, ir para o teatro, ir pra balada, comprar um livro, ir ao cinema, pagar um café para os amigos, beber um vinho fim de noite, pagar seu apartamento, não depender de mais ninguém além dela. Mulher ainda assim quer ser mimada, ganhar presentes, ganhar desconto, ganhar agrado, sorrisos, flores, abraços, consideração. Mulher quer ser reconhecida por ser quem ela é: inteligente, melhor profissional da empresa, melhor profissional da área, referência no que faz. Mulher é aquela workaholic que enfrenta olhares maldosos quando chega no trabalho porque todos ali sabem que ela que manda, mulher é também aquela que não trabalha em emprego formal e passa o dia cuidando da família, busca os filhos na escola, faz comida, arruma tudo do seu jeitinho – mas porque ela quer viver essa vida, ninguém mandou ela fazer isso.

Mulher quer congelar os óvulos, ter filhos com 40 anos, afinal ela quer “viver” muita coisa ainda. Mas é tão mulher quanto aquela que resolveu ter filho cedo, viver seu sonho de ser a full time mother. Mulher é aquela menina jovem que engravidou por um descuido mas que assumiu todas as consequências, e que linda consequência essa que vem com um pé enrugado de poucos centímetros de comprimento e um olho que mal consegue abrir. Mulher pode viver a vida como quiser, planejar, sonhar e realizar.

Mulher faz dieta porque sempre quer perder um pouco de cintura, mas mulher come o que quiser porque não precisa seguir padrões de beleza que restringem o que é belo, e essa mulher é beleza pura. Mulher usa salto alto vermelho de verniz, tênis confortável de corrida, coturno preto com uma plataforma incrivelmente alta, rasteirinha com um pouco de areia da praia, usa a pele porque deixou os sapatos e o medo de ser feliz pra trás.

Mulher usa maquiagem, sai de casa com a cara lavada e brilhando, esconde as rugas com botox, deixa as marcas de sol aparecerem mas percebe que precisa passar filtro solar.

Mulher tem músculo, é magra, tem curvas. Mulher gosta de rosa pink, azul marinho, verde militar, laranja, amarelo, preto, arco íris e também de glitter.

Mulher apoia a outra por empatia, afinal somos todas mulheres. Mulher não se sente feia porque reconhece a beleza da outra, se sente única. Mulher consegue dizer que a colega é bonita sem se sentir mal por isso, na verdade isso a sensibiliza. Mulher reconhece que não vivemos os contos de fadas que nos contaram quando crianças, que sofremos preconceito, algumas pessoas nos veem como frágeis, fáceis de enganar […], mas por isso a gente se ajuda, se une, cria esse laço que está acima de todas as possíveis intrigas – somos de uma tribo única, somos de um gênero único, somos um time. E já que estamos no mesmo barco, que seja esse um barco de respeito e colaboração. Real queens fix each others crowns.

Mulheres hoje receberam parabéns por esse dia, mas o parabéns é por viver e resistir à tanta coisa que nos acontece, mas nossas vidas são cheias de coisas boas e ruins – que essa balança sempre pese mais pelas coisas boas e do bem, amém.

Behind every sucessful woman is herself. Amo muito todas nós. Parabéns por mais um dia de luta e de vida.