Pessoas boas

A parte ruim de ser uma pessoa boa é que você não pode deixar de ser bom. Quem é bom não tem o direito de falhar. Nunca.
Pessoas boas não podem ter dias ruins e muito menos fases difíceis. Pessoas boas não podem ter mau humor matinal. Pessoas boas não se dão ao luxo de TPM. Pessoas boas não podem ignorar mensagens de socorro na madrugada ou dizer que não tem dinheiro para emprestar (mesmo estando no cheque especial). Pessoas boas não perdem a hora de manhã. Pessoas boas não ficam presas no trânsito. E a bateria do celular das pessoas boas também não pode acabar nunca. Pessoas boas, coitadas, não possuem inferno astral. Nenhum tipo de problema familiar deve atingir uma pessoa boa. A avó paterna também não morre nunca.
Tenho pena das pessoas boas, sabe. Pois precisam estar disponíveis o tempo inteiro para os problemas dos outros. Sempre ali, devotadas ao bem estar do próximo. Sem nunca pedir nada em troca ou esperar o mínimo de empatia. Os bons também estão condenados a nunca sentir o gosto da gratidão.
E não adianta você querer usar o crédito das 999999999 coisas positivas que já fez para alguém. Quando pisar na bola, não terá segunda chance. Está fora. Seu nome será castigado em prisão perpétua nas rodas de amigos como uma pessoa escrota. Afinal, quem você pensa que é, sua pessoa boa de merda?

Like what you read? Give Geisy Panisset a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.