Torres de Bonsucesso — Teresópolis

Nessa primeira semana de Outubro tive a oportunidade de dar continuidade na exploração das montanhas da região serrana do Rio de Janeiro. Dessa vez foi o ataque a trilha que leva a uma cadeia de montanhas chamada Torres de Bonsucesso que fica na comunidade dos Lúcios em Bonsucesso, no 3º Distrito de Teresópolis.

Reunimos uma trupe pé quente de trilheiros da zona oeste do Rio de Janeiro e partimos para o local. Trilheiros pé quente porque no decorrer da semana que antecedeu a trilha a previsão do tempo estava dando desfavorável. Com muita chuva e possíveis tempestades com raios. Sábado, um dia antes o céu abriu e para domingo o dia também ficou firme para a nossa alegria . Muita sorte!

Domingo foi um dia abençoado mesmo, tivemos outra felicidade de nesse dia a “Associação de Moradores da Microbacia Hidrográfica de Lúcios” (AMH Lúcios) estar organizando uma recepção para a agência de turismo rural EcoPlay Tour apresentando assim o ponto de apoio para quem for fazer a trilha das Torres. Fomos recebidos com um gostoso café com produção local e bolo caseiro com outras guloseimas.


Se você ou seu grupo de trilha for fazer as Torres de Bonsucesso entre em contato com o Whatsapp para ser recebido com um lanche produzido pelos proprietários do sítio. Em vez de parar na estrada que geralmente é mais caro. Infelizmente a associação não recebeu a autorização para funcionar conforme a regras (estão trabalhando nessa burocracia). Mas nada impede que o proprietário ofereça um lanche, eles estão iniciando e fazendo todos os esforça para dar certo.

Maria Lucia
21 99420–0103

Inevitavelmente você tem que passar nesse sitio para subir a trilha que inicia na porteira a esquerda.


A maior dificuldade nessa trilha é você encontrar a comunidade dos Lúcios em Bonsucesso. Não existe placas e as ruas com bifurcações são muitas. É exatamente essa parte que a associação está tentando ver junta a prefeitura. Sem GPS ou um guia que já tenha visitado a área provavelmente terá dificuldades, mas nada impossível. Lá é uma região que produz muitas hortaliças que abastece o Rio de Janeiro então quando avisar muitos canteiros de ortas deve está perto.

Basicamente você tem que pegar a RJ-130 (Rodovia Dr. Rogério Moura Estevão). Vindo da cidade do Rio depois da serra dos órgão siga em frente como se estivesse indo para Além Paraíba. Aqui está um mapa do Google para do ponto do mirante do soberbo até o ponto inicial da trilha. Não precisa entrar no centro de Terê.

A trilha não incia na estrada, a não ser que esteja indo de ônibus e ande mais 3k para dentro da comunidade. Coisa nada impossível para quem gosta de caminhar.

Imagem do Google Maps

Está vendo a Igreja ao lado direito, você deve entrar na rua ali. Dessa parte em diante que fica difícil a orientação. Basicamente tem que seguir o fluxo da rua até chegar em um largo onde tem o Bar do Tim. Nesse largo, deve pegar a entrada a direita e passar em uma ponte. Logo em seguida entre para a esquerda em uma subida mais íngreme.

No link acima pode ver o percurso do tracklog. Ele está inverso pois iniciei a marcação lá no topo da trilha e finalizei no inicio dela. Mas o caminho é o mesmo. A trilha inicia nas caixas de água que abastece as ortas. É de fácil orientação e existe marcações com fitas. Para completar as 3 torres pode ser o caso de precisar de um guia com corda para auxiliar a subir nos pontos mais altos da torre maior.

Infelizmente pelo horário que iniciamos a trilha, por volta das 10h não deu tempo para completar todo o percurso pois agendamos o resgate para as 16:30 Fomos apenas até a pico do Ferro de Passar coisa que já era 15h.

Você não precisa está em plena forma física para completar o percurso. O início é bem bonito com uma caminhada dentro da mata por cerca de 20 minutos.

Parada para o descanso

Depois da mata, vai caminhar em um campo aberto e mais íngreme. Nesse dia o sol por volta do meio dia estava forte e fomos obrigado a parar inúmeras vezes. Tanto também porque ninguém era atleta.

Parada para descanso…

Depois desse ponto está bem próximo do topo. E é hora de curti o visual lindo e tirar dezenas de fotos. Existe uma gruta com boa sobra que pode ser usada para descanso e o lanche. É tipo uma caverna que pode ser usado até para pernoite, sem necessidade de barracas.

Essa hora pede sombra e água freca

Indo de ônibus

Nesse dia nosso grupo fechamos um transporte particular para nós levar e fazer o resgate. Não sei exatamente se existe uma linha de ônibus que passe na RJ-130. Provavelmente sim, vindo de Teresópolis ou Nova-Friburgo. Vai precisar descer na Igreja e andar mais 3k até o último sitio.

Se o seu grupo fechar o lanche no ponto de apoio, pode perguntar isso ao pessoal do sítio.