126ª Edição

MAIO

Revista Betim Cultural
May 1 · 6 min read
Image for post
Image for post
Foto Wallen Junio.

Aprenda a levar a vida com bom humor, não queira dar lições publicamente em ninguém. #th

EDITORIAL

Tiago Henrique

É importante pararmos com as desculpas, ninguém vive no amanhã, o depois é uma armadilha que nos tira o agora e a suposta perfeição esperada no futuro simplesmente não ocorre. Agarre o que você tem hoje, ame o que você tem hoje, viva com o que você tem hoje e pare de sofrer com coisas ou situações que sequer existem no exato momento. Uma coisa é sonhar, outra é estar vivendo um sonho e não ser capaz de notá-lo. Mude, antes que seja tarde, antes que a vida acabe, antes que o outro se vá. Cuide e se cuide, aprenda a amar.

Seja bem-vindo a edição 126.

RAFAELA DE SOUZA

Estruturas
¡Solo ayuda!

Fico sentada no fundo da varanda olhando
para o prédio mais alto, esse prédio ameaça
cair, mas ele nunca cai.

Me deparo olhando pra ele e fico pensando
“talvez aquele prédio seja tão forte como as
pessoas tristes, não importa o que elas passam
elas continuam ali de pé como aquele prédio”

O que impede esse prédio de cair são as colunas, essas colunas são tão finas…
Talvez o que impeça as pessoas de cair
são aqueles amigos que estão ali pra tudo
e não as deixam cair.

As pessoas tristes precisam dessas colunas,
que mesmo com todo o furacão, toda tempestade
acontecendo elas continuam ali resistindo
e não permite que aquele prédio caia.

Pode ser que um dia aquele prédio caia,
pois aquelas colunas não vão o segurar por muito tempo
como eu disse: “esse prédio ameaça cair”.

Com as pessoas não é muito diferente,
assim como o prédio poderá ser reconstruído novamente
com a ajuda das colunas mais uma vez.
E as pessoas tristes precisam de alguém para ajuda-las a se se levantarem.

Então seja com uma “coluna” na vida das pessoas tristes,
uma coluna que as ajudam a se levantarem quando caírem.
Não importa quanto tempo demore para que essas
pessoas se reconstruam por inteiro novamente, só ajude!

VIVIANE APARECIDA

Aí tem
Ya no eres suficiente (o nunca lo fuiste).

Cada caso é um caso. Se alguém diz que está calmo, é porque está calmo. Se alguém diz que te ama, é porque te ama. Mas esse negócio de dizer é meio complicado, pois as palavras fazem com que a gente se comunique, mas a gente não se entende, porque a palavra tem significado a partir da vivência de cada um. Mas a gente não escuta só as palavras: a gente ouve também os sinais.

Os tais sinais. Ansiedade, mudez estranha, olhar perdido, olheiras e bocejos de quem dormiu pouco à noite: aí tem. Sou doutora em traduzir gestos, silêncios e um olhar perdido. Se ele está calado demais, é porque está pensando na melhor maneira de nos dar uma má notícia. Se está eufórico, é porque andou rolando novidades que eu não estou sabendo. Se vai sair com os novos amigos, é porque existe alguém melhor do que você e sua companhia. Se parou de jogar, é porque no fundo quer melhorar algo em si. Enfim, o sujeito não pode respirar diferente que aí tem.

Às vezes não tem. O cara pode estar calado, pois já vivenciou algo que mexeu com ele, ou está eufórico porque seus amigos lhe fizeram bem. Por que tudo o que ele faz tem que ser um recado para mim?

É uma generalização, mas as mulheres costumam ser mais inseguras que os homens no quesito relacionamento. Qualquer outra mulher que cruze o caminho dele pode significar que você já não é o suficiente (ou nunca foi).

Mas está tudo bem, eu só preciso ir e me reconhecer de volta. Pobre humana. Te denuncio sem te ver, num riso tão desajeitado: aí tem.

BÁRBARA MOREIRA

Você acredita em fadas?
¿Si no creemos cómo nos mantendremos vivos?

Peter Pan ensinou aos meninos perdidos que para uma fada não morrer era preciso acreditar. Crer para manter uma fada viva, para que elas possam voar e até quem sabe nos abençoar. Uma singela fada que nos encanta com sua beleza em forma de borboleta. Há lendas que o pólen das flores amarelas é o pó de pirlimpimpim, aquele pó das fadas que as fazem voar e que fez o próprio Peter e a Wendy voarem, um pó mágico que assim como as fadas só existe se todos acreditarem, porque se uma pessoa não acredita uma fada morre e o pó mágico deixa de ser mágico e continua sendo apenas pólen de flor amarela. Da mesma forma que para fadas continuarem vivas é preciso crer, para nós humanos é necessário o mesmo, pois se não acreditarmos como continuaremos vivos?

JOANA BARBOSA

Paciência e fé
Dios siempre nos cuida.

As vezes, pensamos em desistir de algo que queremos tanto, e há tanto tempo, não temos nada e nem ninguém para nos motivar a nada. Mas aí lembramos que a vida é feita de superações e conquistas e que mesmo que não tenhamos alguém do nosso lado pra nos manter de pé, temos que ser fortes e lembrar que tem um Deus que sempre zela por nós e está conosco independente da situação. Nem tudo acontece no nosso tempo e sim no tempo de Deus, temos que ser pacientes. E com isso conquistaremos o impossível.

Nos vemos na próxima edição. Obrigado por sua leitura!

Image for post
Image for post
Foto Vitor de Souza.

Leia mais

KEZIA DA SILVA

A importância da família
Tienes que creer en un lugar mejor.

Desde os tempos antigos, grande parte da população as vezes não tem condição de vida muito boa e acaba dando prioridade a trabalho ou outras coisas e abandona a escola para cobrir suas necessidades.

E isso vem acontecendo cada vez mais com os jovens, que muitas das vezes não tem o apoio da família.

Mais de 50% da população acaba deixando a escola por bullying, e esse tipo de “brincadeira” éo que vem causando mortes ou deixando jovens em depressão. Alguns pais acabam não dando importância para o seu filho por causa do dia a dia ser corrido ou por causa do trabalho, e isso éo que mais incentiva o filho a fazer loucuras, por falta de diálogo.

A população tem que colocar a mão na consciência e ver como nosso país está ficando cada vez pior com esse tipo de situação, é preciso acreditar num lugar melhor, ter mais apoio e diálogo familiar.

Edições comemorativas
01 | 50 | 100 | 10 anos | Gerações

PARTICIPE

Envie textos de sua autoria para a Betim Cultural. Eles poderão ser publicados aqui no leia mais da revista. Interaja também com sugestões, comentários e críticas via whatsapp.

Edição publicada por
Tiago Henrique
thvirtual.com

GOSTOU DA REVISTA? LEIA OUTRAS EDIÇÕES AQUI.

Image for post
Image for post
Apoio:
Image for post
Image for post
Você pode ler todas as edições da revista em:
1ªGeração2ªGeraçãoAtual
Image for post
Image for post
CONHEÇA O MANUAL VEGANO
Welcome to a place where words matter. On Medium, smart voices and original ideas take center stage - with no ads in sight. Watch
Follow all the topics you care about, and we’ll deliver the best stories for you to your homepage and inbox. Explore
Get unlimited access to the best stories on Medium — and support writers while you’re at it. Just $5/month. Upgrade

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store