Opinião: os pseudo-cristãos, a homossexualidade e o tal do Jesus

Tentarei ser claro e sucinto: blogs/sites/portais religiosos que tentam argumentar contra homossexualidade me dão nojo.

Uma dica: ao ler o texto, pratique sua capacidade de compreensão de ironias e sarcasmos. Grato.

Um exemplo de comportamento deles é ler a citação “homossexuais são promíscuos”.

É verdade, concordo!! Afinal de contas, os casos de padres (e outros líderes religiosos) que vemos não são de promiscuidade, o que eu tendo a concordar. Na verdade são casos de absurdo abuso sexual, pedofilia e outros crimes previstos na lei, raramente julgados pelo nosso tão ocupado sistema judiciário (né não, Moro Golpista!).

Quer outra? Difícil escolher uma, mas lá vai:

“Homossexualidade é uma doença”, é o que alguns deles dizem. (oh preguiça!)

Deve ser.

Saudável mesmo é ser seguidor de uma religião que tem um dos maiores patrimônios (FINANCEIROS e bens) do mundo!!! Se você somar o patrimônios das igrejas católicas com o da protestantes cristãs, colocando sob esta perspectiva, Carlos Slim (multimilionário mexicano) passa a ser um miserável. O detalhe é que ele é dono de um império formado por empresas que visam o lucro.

Ops, qualquer semelhança com as “grandes religiões” é mera coincidência.

Apenas pra constar, alguém informe às estas mentes tão religiosas (e desprovidas de raciocínio) que afirmam que a homossexualidade só está crescendo porque tem apoio midiático, que foi exatamente o apoio de imprensa (ou compra dela em alguns episódios, ou a censura delas em inúmeros outros) e de forças armadas que deu à RELIGIÃO cristã (protestantes e não protestantes) o grau de alcance que ela teve e tem.

Eu até compreendo (mesmo discordando veementemente, claro) o bizarro preconceito deste povo contra tudo que JULGAM errado.

Mas deixarei uma dica: sabe o tal do Jesus, aquele lá da Bíblia, o tal do Cristo? Pois então, ele disse pra vocês fazerem exatamente o CONTRÁRIO do que estão fazendo.