Espanha tem feito muita coisa interessante no futebol também fora das quatro linhas

(Crédito: larecopa.com)

Dois finalistas na final da Champions League desta temporada, algo que já havia acontecido em 2013/2014 com os mesmos Atlético e Real Madrid. Um clube campeão da Europa League, o mesmo Sevilla que faturou as últimas duas edições. Sem contar o Barcelona campeão da Champions de 2014/2015 e outros clubes espanhóis que têm feito bonito nos gramados nacionais e internacionais nos últimos anos. Este mesmo sucesso que o futebol da Espanha mostra dentro de campo pode ser visto também fora dele, com algumas iniciativas e projetos muito legais no campo da comunicação.

Tais iniciativas vão desde a afirmação de veículos jornalísticos independentes como referências no mundo da bola até projetos criados por torcedores fanáticos e que captam a força do sentimento que seus clubes de coração exercem sobre eles e sobre a comunidade que os cerca. Se você ainda não passou por nenhum desses nomes enquanto navegava na internet, encare esse texto como uma boa oportunidade de passar a acompanhá-los.


Revistas Panenka e Líbero
(Crédito: arturgv.com)

Duas revistas que todo doente por futebol gostaria de ter na sua mesa. Felizes os espanhóis que têm a possibilidade de comprar uma edição da Panenka ou de uma Líbero pertinho de casa e ostentar o futebol impresso no papel. Mas por que comprar uma revista se eu posso ler tudo sobre futebol na internet? É exatamente a experiência de ter prazer ao ler o papel que diferencia as duas publicações de tudo o que circula na web.

A aposta é em uma abordagem distinta à de veículos mais tradicionais, analisando o mundo da bola sob diferentes óticas e assuntos como cultura, arte, política e grande preocupação com a parte histórica do esporte. O sucesso da dupla abriu os olhos dos fãs de futebol, inspirando inclusive a abertura de outras publicações independentes (físicas e digitais) mundo afora que carregam abordagem semelhante.

(Crédito: Site oficial da Revista Panenka)

Entre elas, há diferenças. A começar pela periodicidade: a Panenka é mensal, enquanto a Líbero sai a cada três meses. Talvez por isso a segunda traga a cada número um conteúdo mais profundo (não que o de Panenka não seja, pelo contrário), com textos e personagens que de repente requerem um pouco mais de atenção na hora da leitura para que se absorva toda a profundidade das matérias, entrevistas e histórias contadas em suas páginas.

Fato é que qualquer uma das duas responde ao gosto do leitor que busca conteúdo bem trabalhado e menos imediatista, como por exemplo o da internet. Ponto para a Espanha, que tem não só alguns dos melhores clubes de futebol do mundo, mas também duas das melhores publicações futebolísticas mundiais.

PS: A Líbero fez uma campanha em prol da pesquisa e do tratamento de Alzheimer em que consegue inserir o futebol no processo de combate à doença. O vídeo é simplesmente fantástico e você pode conferir aqui.


El Día Después — Canal #0

El Día Después não é nenhuma novidade, afinal o programa é transmitido há anos pelo Canal + espanhol — agora Canal #0, depois de reformulação da marca no início do ano. Mas algumas pessoas talvez não o conheçam, e precisam conhecer. Com muito bom humor, os apresentadores José Antonio Ponseti, Raúl Ruiz e Santi Cañizares (ex-goleiro da seleção espanhola) passam por toda a rodada da Liga BBVA e pescam as histórias e os acontecimentos mais curiosos do fim de semana de futebol na Espanha.

Discussões no campo, heróis e vilões, personagens da arquibancada, o clima dos torcedores ao redor do estádio… Tudo que acontece em um dia de jogos vira material fértil para analisar de forma descontraída — mas não besta — as partidas. As leituras labiais feitas pela equipe do programa são sensacionais, dando um tom de graça aos quadros. Histórias emocionantes e episódios de superação também fazem parte do conteúdo mostrado em El Día Después.

Para quem quiser conferir os vídeos, o programa tem um canal no Youtube que é atualizado todas as segundas-feiras com o que de mais interessante aconteceu na rodada espanhola:


La Recopa
(Crédito: larecopa.com)

Uma das ideias mais bacanas que vi surgir recentemente. La Recopa é um livro homenagem ao título mais importante conquistado pelo Real Zaragoza em toda a sua história. Trata-se da Recopa Europeia de 1995, vencida sobre o Arsenal no Parc des Princes, em Paris, e que completou 20 anos em maio de 2015. Só que mais do que um livro, La Recopa é sobretudo um belo projeto de comunicação.

A publicação, viabilizada por uma campanha de crowdfunding, é uma verdadeira aula de design, reunindo gráficos, dados e imagens que ilustram a grande conquista internacional dos zaragocistas. Além do livro, uma série de produtos completa o menu de itens que homenageiam o título, como cachecóis, pôsteres, uma serigrafia com o gol que garantiu a taça e camisetas, tudo trabalhado com desenhos que captam a importância da Recopa para os torcedores do Zaragoza.

Vale também seguir o perfil de La Recopa no Instagram. Além de imagens referentes à caminhada heroica rumo ao título de 1995, há também belas fotos dos jogos atuais do Zaragoza, com os torcedores acompanhando a tentativa do clube de retornar à primeira divisão do futebol espanhol.


Racinguismo Ilustrado e Real Oviedo Culture Fans
(Crédito: Facebook/Racinguismo Ilustrado)

Racinguismo e oviedismo. Definições que resumem o sentimento de ser torcedor do Racing Santander e do Real Oviedo. Sentimento muito bem representado por esses dois projetos, cada um dedicado ao seu clube, e que lembram muito o La Recopa feito pelos fanáticos do Zaragoza.

A ideia é praticamente a mesma: levar aos fãs, por meio de produtos, preocupação com o design e com a cultura que cerca essas equipes, a paixão pelas cores de seus respectivos clubes de coração. O projeto do Real Oviedo Culture Fans é mais completo e forma hoje uma espécie de comunidade que gira em torno da equipe e da própria iniciativa. Além dos produtos que criam, há espaço no site para entrevistas e textos sobre fatos e personagens históricos, além de um canal no YouTube e forte presença nas redes sociais.

(Crédito: Facebook/Real Oviedo Culture Fans)

Já o Racinguismo Ilustrado é um projeto menor, mas não menos interessante. Um torcedor fanático do Racing Santander decidiu criar uma pequena loja de produtos que carregassem o sentimento de ser racinguista, diferentes dos produtos oficiais lançados pelo clube. O site do projeto está passando por uma reformulação que contará com o lançamento de uma nova coleção de itens. Por enquanto, é possível conferir no Instagram do Racinguismo Ilustrado o que já foi feito.

E se você se pergunta por que coloco esses projetos como exemplos de iniciativas interessantes na comunicação, basta dar uma olhada nos sites, entender a presença e a importância do design para comunicar o sentimento de seus fãs pelos clubes e conferir também o papel que esses projetos desempenham nas redes sociais.


Hooligans Ilustrados — Libros del KO
(Crédito: arturgv.com)

A Libros del KO é uma editora que tem ganhado notabilidade no mercado editorial espanhol por apresentar muitos títulos interessantes, todos com um elemento em comum: a boa crônica jornalística. E o destaque aqui vai para as crônicas de futebol, mais especificamente para uma série chamada “Hooligans Ilustrados”, em que jornalistas e escritores dividem com o leitor histórias sobre seus clubes de coração.

O interessante sobre a série é que ela não conta histórias apenas de Barcelona, Real Madrid ou Atlético. Há espaço para os menores também, como Rayo Vallecano, Celta de Vigo e até o pequenino Córdoba.

As boas histórias sobre futebol não escolhem camisa ou tamanho de clube e esses autores estão aí para contá-las. Seja na literatura, no jornalismo independente e até mesmo no próprio futebol, a Espanha está longe de ser apenas o mundo de Real e Barça.