Prateleiras, Escolas e Vida

Eu pensei um dia:

Na Escola ideal o adulto serve no máximo pra pegar alguma coisa numa prateleira mais alta.

Mas nem isso. Por que tem prateleira alta se não pela manutenção desse estado de dependência?

Abaixemos as prateleiras. E reconheçamos que as coisas mais valiosas não estão nelas.

E agora? Pra que serve o adulto nesse universo?

Depois de algum tempo pensando, resolvi: Serve pra estar presente. E só.

Com isso bateu uma dúvida tremenda. E a universidade, serve pra quê? A licenciatura? A didática? Os métodos de ensino? O professor?

Precisa de formação acadêmica pra estar presente?

Desvendar esse mistério tem a ver com olhar nos olhos, enxergar o outro e transbordar amor por cada ser vivo. Quer dizer, eu acho. Não sei de nada não.

Só sei que a minha escola ideal tem o nome de vida. Ela já existe. A gente vive todos os dias.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.