Corinthiano de verdade?

Após a partida da última quarta feira, também conhecida como ontem, entre Corinthians e Novorizontino uma discussão tomou conta das redes sociais. O motivo? O número baixo de torcedores presentes na Arena Corinthians, pouco mais de 11 mil, que foi o menor público da curta história da nova casa corinthiana.

A “polêmica” se deu após comentários que diziam que “quem é corinthiano de verdade estava ontem em Itaquera” e coisas do tipo surgirem. Bom, eu não sabia que existia corinthiano de mentira (porque pra ter o de verdade precisa do de mentira, não é?), mas vamos lá.

As coisas não estão muito boas no Corinthians. Crise política, econômica e até de identidade (isso é assunto pra outro texto) crescem cada dia mais no clube e, querendo ou não, isso desanima o torcedor. Esses fatores somados a má administração da Arena e os preços dos ingresso afasta a torcida. Só que o corinthiano é diferente, o corinthiano nunca deixa de acompanhar seu time. Não deu pra ir pro estádio? Ele tá na TV. O pacote de TV tá caro? Um link na internet já é suficiente. Uma vitória contra o Novorizontino por 1x0 já é o suficiente. Porra, é o Corinthians ganhando uma partida, isso muda o humor do resto da semana.

Aí colocam o jogo pra 19:30 de uma quarta feira. Todos sabemos que Itaquera não é muito perto, né. Horário de pico, trânsito, metrô lotado… Pra quem sai as 18 do trabalho, que é a grande maioria, esse é um horário horrível e quase impossível de chegar com tranquilidade ao estádio. Outras pessoas estudam de noite, que é o caso deste que vos fala, e tiveram que assistir o jogo no bar da faculdade na hora do intervalo entre as aulas. Mas pra mim isso não importa, é o Corinthians, eu tô assistindo o jogo do meu time, independente do local.

Agora vir cagar regra na internet já é demais pra mim. O Corinthians é de todo mundo, do rico, do pobre, do famoso, do desconhecido, do branco, do negro, do trabalhador, do estudante, de todo mundo. Corinthiano de verdade? Me poupe! Eu tenho direito de não querer ir pro estádio, tenho direito de não conseguir ir por causa de trabalho, tenho direito de preferir ir estudar, tenho direito de não ir por protesto contra a administração do clube, tenho direito de não querer gastar dinheiro com isso e ninguém vai me ensinar a torcer. Cabe ao clube motivar os torcedores a irem mais ao estádio? Sim, mas isso não vem ao caso. O que quero tratar é essa de se achar mais corinthiano porque vai mais pro estádio, porque vai assistir jogo no interior ou em outro estado, o que já tá virando moda.

Somos todos Corinthians. No estádio, no interior, no sofá ou no bar da faculdade. Vá à Arena, apoie, isso é ótimo, mas não ache que isso te dá o direito de achar que é especial por isso…

Forte abraço, vai Corinthians!

Devolve o futebol pro povão™
One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.