51 anos de www

28 anos da www + 23 desde que editei o primeiro HTML

Nota: este post começou a ser escrito em 2014, foi esquecido e concluído em 2017

Ontem no trabalho estávamos falando de browsers antigos, e achei interessante o fato dos meus colegas falarem que o primeiro browser que viram foi o IE6, ou mesmo Netscape 2. Por que? Porque eu me lembro do Mosaic…

Em meados de 1994 fui no escritório do pai e um amigo dele que era responsável pela TI me mostrou o Mosaic 2.0, e um protocolo que nem sei se ainda existe chamado Gopher.

Algum tempo depois, comprei uma MacWorld ou MacHelp, que tinha na capa algo como "Aprenda HTML". Aquilo me fisgou. Em seguida comprei outra revista que vinha com um disquete que tinha um browser, chamado WinWeb, e algumas páginas html da Conectiva.

Ainda não existia, que eu me lembre, provedores de internet. Alguns BBS ofereciam acesso à email, mas não me lembro de acesso à web. Então o que pude fazer foi abrir o disquete para entender como funcionava aquilo. Achei uns arquivos .html, arrastei eles para um notepad que tinha aberto. E foi aí que tudo começou… ainda lembro a surpresa de descobrir que era texto puro, e achei uma referência a um arquivo .gif. Em seguida peguei uma foto da esposa e salvei por cima do gif no disquete. Reload no browser e a foto dela estava no documento. Nota: aquela versão do WinWeb foi a primeira com suporte à tag img. Comecei a plantar a vida que tenho hoje hackeando o site da Conectiva num disquete.

Na época tinha um estúdio de design gráfico com um amigo. O trabalho mesmo era Photoshop 2.5 e CorelDRAW 3 (já havia o 4, mas as versões pares não funcionavam direito) mas rapidamente editar html se tornou um hobby. A referência mais antiga que achei na WayBack Machine foi um site que fiz para a Colcci, em dezembro de 1996. Mas ele é anterior a isso. Vi que foi um freela para a NutecNet, que depois virou zaz.com.br e depois terra.com.br, então já devia estar publicando algo para eles me acharem. O site foi otimizado para Netscape 2, e usava um recurso novo chamado tables para layout e background image.

No começo de 97 fiz junto com o Marlon da Morphy o que foi o primeiro site comercial do Brasil em Flash. Ainda começamos a fazer usando FutureSplash, quando a FutureWave foi comprada pela Macromedia e mudou o nome do produto para Flash. Foi nessa época que mudamos para Porto Alegre e comecei a fazer interface design para a Intermídia, e ainda lá fiz os primeiros sites da Grendene (quando derrubei vários servidores do terra com um script em Perl) e o primeiro site da Rider em 1998.

Depois disso muita água passou debaixo da ponte. Em 2004 trabalhei com o Juliano e Totoro, gente que admiro e muito aprendi. Hoje estou em Amsterdam, observando milhões de pessoas interagindo com um serviço pela web, que surgiu em 1996, o mesmo ano que publiquei o primeiro site comercial.

Hoje é 2017. Comecei a escrever este post 3 anos atrás e esqueci completamente de concluí-lo.

Mas a web continua cada vez mais relevante, agora mais em telefones do que computadores per se, e Internet of Things ainda está incipiente mas entrando na vida das pessoas, meio por baixo da porta, sem alarde, mas ainda deve amadurecer antes de ser onipresente.

E tudo isso aconteceu graças a um estudante de física do CERN, chamado Tim Berners-Lee. O primeiro documento da web foi restaurado pelo CERN ao seu endereço original (http://info.cern.ch), e o primeiro web browser também pode ser acessado (pela web).

Primeiro webserver da história, que ficava na mesa do Tim Berners-Lee

O Mosaic, o primeiro contato que tive com essa tal de internet, nasceu em 1993, o mesmo ano que a Natya. E tudo começou porque vi um browser no escritório do meu pai, e arrastei alguns arquivos para o notepad. E isso me trouxe para a cidade que pretendo ficar… a vida é realmente um processo fascinante.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.