Conceito Black & Company (e manifesto)

Por trás da Black & Company está um coletivo de moda e economia criativa instalado em São Luís — MA. Fazem parte da equipe quatro membros, entre eles dois designers e dois estilistas. Decidiram reunir os seus conhecimentos e elaborar um projeto para traduzi-los. Para fazer jus a um dos seu objetivos principais, a colaboração, decidiram elaborar uma campanha de financiamento coletivo para reforçar o conceito de cooperação e criatividade. O intuito da campanha é custear a sua primeira coleção (fabricar estoque para pronta entrega) e demais gastos para o lançamento oficial.

Conceito da marca:

A Black & Company é uma marca nascida em São Luís, Maranhão. Sua essência está na cultura negra e suas vertentes em todo o mundo. A moda foi o caminho escolhido para comunicar os ideais e visão de mundo dos seus criadores. Desde música à temas afro-religiosos, diversas referências inspiram as suas coleções. Compõe um estilo que mistura a atmosfera elegante da alfaiataria, com a casualidade do imaginário boêmio. Suas roupas sempre equilibram conforto e sofisticação. Mantem um design tradicional, porém não foge à contemporaneidade e tendências mais modernas.

Primeira coleção:

A coleção I-Creation é inspirada no filme “Rockers — It’s Dangerous”, de Ted Bafaloukos. Um clássico jamaicano da década de 70. O nome da coleção foi baseado na expressão rasta “I and I”, que significa a negação do ego, ou que nenhuma pessoa é mais privilegiada que a outra. A outra interpretação seria a de que os rastas acreditam que ‘Jah” reina dentro de cada um. O pronome EU, empregado antes de algumas palavras é uma característica do sincretismo semântico rastafari. Dessa forma, “I-Creation” significa que a elaboração de toda a coleção foi um trabalho de cooperação.

Manifesto:

O Brasil passa por um momento de grande autoafirmação e protagonismo negro em diversos cenários, no entanto, a moda fora do panorama underground ou marginalizado, ainda é ditada por alguns valores preestabelecidos. Valores esses que acabamos nos acostumando a ver, aceitar e consumir. Queremos dar visibilidade e inserir cada vez mais a nossa riqueza cultural e étnica no mercado atual, explorando a cultura negra de forma não caricata ou previsível, tentando assim, dar pequenos passos para uma mudança no cenário a nível nacional. Como marca independente, a jornada pode ser ainda mais difícil, mas aos poucos, podemos atingir o nosso espaço no âmbito da moda.

Black & Company.

Redes sociais: facebook, instagram, twitter