Antes que a noite caia de vez

Vamos esclarecer algumas coisas?

As coisas vão ficando mais confusas à medida em que embicamos com mais velocidade no rumo da ditadura. Assim, antes que a escuridão faça pardos todos os gatos, vamos dar uma aclarada em algumas posições, até para que, bem lá no futuro, as faturas sejam devidamente cobradas.

Não é possível ser contra o golpe (e seus desdobramentos) e a favor de algumas de suas medidas. Não é por que elas fazem parte de todo um movimento coordenado, cujos objetivos principais são:

1. Acabar (ou pelo menos reduzir à insignificância) os investimentos sociais para…
2. Sobrar mais grana para ser investido em operações financeiras que beneficiam a classe dominante do país, com umas migalhas sobrando para a classe média.

Dessa forma, é a favor do golpe (e seus desdobramentos) quem escreve coisas como:

a. “Acho que 90% de quem é contra a abertura do pré-sal às empresas estrangeiras não sabe do que está falando” (variante em forma de pergunta falsamente ingênua: “Mas se a Petrobras está quebrada não é bom abrir a exploração do pré-sal para gerar gerar emprego e trazer divisas para o país?”

b. “Quem é contra a PEC-241 diz que vai acabar com a saúde e a educação, mas se ela não for aprovada não vai saúde e educação mesmo”. ( (Variante: “É bom aprovar para que, enfim, se possam discutir as prioridades”)

c. “Primeiro a Lava-Jato pega o PT e depois vai atrás do resto” (Sim, ainda tem gente que insiste nisso a esta altura do campeonato).

d. “Prender logo é preciso porque a demora só ajuda os poderosos, que têm bons advogados”.

e. “Quando a polícia invade barraco ninguém fala nada” (variante: “Quando a polícia tortura pobre, ninguém se manifesta”)

Tudo certo agora? Lados definidos? Então sigamos em frente.

#abaixoaDitadura!

Like what you read? Give Blog do Iv a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.