miss you, love you

Se lembra do que a gente tinha em comum? O gosto. Eram gostos muito específicos que só nós dois tinhamos. Era uma liberdade de compartilhar um texto bastante filosófico sobre a vida e depois um vídeo de funk do começo dos anos 2000.

Curiosamente, você nunca gostou de Maroon 5. Talvez porque uma das coisas mais hype que eu gostava e você não. Mas é uma música do Maroon 5 que dá título a esse texto. E eu vou te contar porquê.

Já teve a sensação de reconhecer um rosto ao meio da multidão? Em meio de 19 mil pessoas, numa curta distância de poucos metros tinha alguém que tinha os seus olhos, os seus traços e o seu óculos antigo.

Não muito discretamente acabei tirando uma foto da pessoa pra poder olhar mais de perto. Não conseguia parar de olhar para ele de qualquer maneira.

Tenho pensado bastante em você por esses dias. Talvez eu tenha muita coisa para te dizer ainda mesmo que não ache que seja o mais certo a ser feito. Eu sinto falta do que a gente era e do que a gente poderia ser.

Percebi que sinto sua falta mais do que gostaria. E que eu talvez te ame. É por isso que “miss you, love you”. A melhor parte de tudo isso é que você poderia perfeitamente cantar a letra dessa música pra mim.

Te aproveito na França pra desejar um adieu pour toujours.

T’aimer encore une fois, já diziam por aí.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated blueberry’s story.