Por que as lojas online falham em Moçambique ?

IsmaelGraHms
Apr 24 · 4 min read

Começar um negócio de comércio eletrônico pode ser rápido, moderadamente simples e não extremamente extravagante. Em qualquer caso, com algo como uma taxa de decepção de 80 por cento, fazer um negócio on-line frutífero é mais difícil do que algumas pessoas ambiciosas imaginam.
Embora todo novo negócio seja notável, há contribuintes regulares para as decepções do comércio eletrônico. Compreender essas armadilhas concebíveis deve ajudá-lo a evitá-las, vencer as medições e ter um negócio efectivo de comércio eletrônico.

Analises basicas por considerar em Moçambique

1 — Poucos Usuários de internet

A Internet, não apenas em Moçambique, mas na África inteira é limitada por uma taxa de penetração mais baixa quando comparada com o resto do mundo. Os parâmetros mensuráveis, como o número de assinaturas de ISP, o número geral de hosts, o tráfego IXP e a largura de banda total disponível, indicam que a África está muito atrás da “divisão digital”. Segundo estimativas de 2016, apenas 4,5% da população Moçambicana tem acesso à Internet. representando apenas 0.1% da populacao mundial.

2 — Falta de conhecimento do Usuario

Muitos internautas moçambicanos não sabem realmente como funciona o negócio da internet, um estudo feita pela RIHA indica que muitos usuarios de internet em Moçambique pensam que os sites online ganham dinheiro atraves das operadoras, racionalizam que os sites lucram atraves do saldo convertido em megas (lol). em outros casos as pessoas nem sabem que usam internet. Christoph Stork tropeçou em algo estranho. Analisando os resultados de uma pesquisa sobre o uso de comunicações para a Research ICT Africa, Stork descobriu o que parecia ser um erro. O número de pessoas que responderam dizendo que usavam o Facebook era muito maior do que aquelas que disseram usar a internet. A discrepância foi responsável por cerca de 3% a 4% dos usuários de telefones celulares. Bem, isto é apenas para deixar claro que dos 4,5% dos usuários de internet, nem todos são realmente bons em usar a internet, e isso é um fato que os donos de comércios eletrônicos ignoram muitas das vezes

Falhas cometidas pelas Ecommerces em Moçambique

  1. Adaptar soluções de outros países

Cada país tem uma realidade diferente dos outros em termos de cultura, leis, economia, normas etc.
Uma soluçao de negocio que funciona na India, pode nao funcionar em Moçambique

2. Nenhum investimento Real

Como qualquer novo negócio, uma loja on-line inexperiente pode exigir várias infusões de capital e uma quantidade significativa de mão-de-obra.

3. Sem Fluxo de Caixa

No nível mais básico, o fluxo de caixa é o movimento do dinheiro para dentro e para fora de um negócio. As novas empresas de comércio eletrônico podem ter problemas quando não têm dinheiro suficiente para continuar operando.

4. Ma Gestão de Inventário

Dependendo do modelo de negócios, a gestão de estoques pode ser um dos problemas mais significativos que as novas operações de comércio eletrônico enfrentarão. Compre muito estoque e, como mencionado acima, você pode prejudicar o fluxo de caixa. Compre um estoque muito pequeno e você pode estar perdendo vendas ou até mesmo clientes decepcionantes.

5. Um site ruim e feio

um site de comércio eletrônico moderno deve ser seguro, bonito, funcional, ter ótima pesquisa, adaptar-se a dispositivos móveis e carregar muito rapidamente. Qualquer coisa menos é inaceitável.

6. Sem Tráfego no Site

Poucas coisas vão matar um negócio de varejo, ou até mesmo um atacado, tão rápido quanto não ter compradores. No contexto do comércio eletrônico, o tráfego do website é o fluxo de compradores que entram e saem da sua loja. Se você quiser fazer vendas, precisa de tráfego.

7. Sem paciência

um negócio de comércio eletrônico leva tempo para crescer. Muitas vezes, novos donos de empresas imaginam que terão lucros imediatos. Mas isso não é tipicamente o caso. Não se surpreenda se levar vários meses ou anos para ganhar lucros ainda menores.

8. Má seleção de produtos
A maioria das pessoas não conhecem as métricas que devem buscar antes de escolher e lançar produtos.

9. Não existe um plano de marketing
Certifique-se de ter planejado como você vai comercializar o seu site. Sem uma estratégia desenvolvida, você nunca conseguirá. Mapeie e reserve um tempo para executar o plano. E lembre-se, se não funcionar na primeira vez, ajuste-o e continue aumentando seu ROI. Como a maioria das vendas on-line começa com uma pesquisa, você tem uma otimização de mecanismo de pesquisa e uma estratégia de marketing de pesquisa paga (e orçamento).

10. Nenhum conteúdo de qualidade
Uma boa quantidade de conteúdo permitirá que os usuários aprendam mais sobre você e se sintam mais à vontade para fazer compras contigo. Crie conteúdo de qualidade em torno dos seus produtos, desenvolvendo guias de compras e páginas exclusivas de detalhes do produto. O conteúdo também inclui vídeos e imagens. É importante não apenas vender a seus visitantes, mas tambem informar seus visitantes. Isso ajudará com seus rankings nos mecanismos de busca.

11. Nenhuma promoção ou urgência
Execute promoções! Dê a alguém uma razão para comprar hoje! Conheço muitos sites que sempre têm 15% de desconto. Isso porque o preço é 15% mais alto e agora sempre faz com que seus itens pareçam estar à venda. Bastante fácil. E quando você executar grandes promoções, verifique se elas estão visíveis no site. Use um temporizador para contagem regressiva da venda

12 Nenhuma proposta de valor
Seja único. Algo deve fazer sua empresa diferente. Se seus produtos são orgânicos ou se você está conectado a uma instituição de caridade, informe as pessoas. Se você não consegue pensar em uma razão pela qual alguém deve partir de você em vez de um concorrente, então seus visitantes não poderão fazê-lo.

Welcome to a place where words matter. On Medium, smart voices and original ideas take center stage - with no ads in sight. Watch
Follow all the topics you care about, and we’ll deliver the best stories for you to your homepage and inbox. Explore
Get unlimited access to the best stories on Medium — and support writers while you’re at it. Just $5/month. Upgrade